Linha do Simplon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anúncio de 1890

A Linha do Simplon ou Linha Lausana-Domodossola, é uma linha internacional gerida pela Caminhos de Ferro Federais da Suíça (CFF) e que liga Lausana na Flag of Canton of Vaud.svg Vaud com Domodossola na  Itália. A partir de Lausana o combóio parte ao longo do margem Norte do Lago Lemano e entra no Chablais, tanto Chablais Vaudois como Chablais Valaisano, para subir o vale do Rio Ródano até Briga Flag of Canton of Valais.svg Valais para se dirigir ao Túnel do Simplon antes de atingir Domodossola no Piemonte,  Itália.

História[editar | editar código-fonte]

O Simplon foi desde a época do Mesolítico utilizado para uma ligação Norte-Sul como o demonstraram as descobertas feitas e datadas de 2100 anos a.C. Mais tarde o que é conhecido como "a passagem dos burros" foi largamente utilizado e é esse caminho que está na origem da estrada mandada abrir por Napoleão (ver Passo do Simplon).

Mesmo se o colo de Saltine, ao Norte, e o de Gondo, ao Sul, sejam francamente mais difíceis, a passagem entre Briga e Domodossola não é francamente umproblema mesmo se o Passo do Simplon se encontra a 2 000 m de altitude. Goldo, que é uma localidade fronteira, e a localidade de Simplon são as duas únicas localidades do cantão do Valais ao Sul dos Alpes.

Lausana-Sion-Briga[editar | editar código-fonte]

A linhas foi construída entre 1857 e 1878 em diferentes porções. A primeira foi a Martigny-Saint Maurice-Le Bouveret, aberta pela Companhia da Linha de Itália - uma porção da Linha do Tonkin - que se chamará a partir de 1890 a Companhia do Jura-Simplon. Depois Sion em 1860, Sierre em 1868, Saint-Maurice e Villeneuve em 1860 pela Companhia da Suíça ocidental. Em 1874 a Companhia do Jura-Simplon compra a Companhia da Linha de Itália. e constrói a linha de Sierre a Briga entre 1877-78.

A construção da via dupla durou 100 anos pois começou em 1900 para se terminar em 2004.

Túnel[editar | editar código-fonte]

Esta linha não teria o renome que tem sem a abertura a 23 de Janeiro de 1906 do Túnel do Simplon, que com os seus 19,8 km era o maior do mundo, e o tráfego ainda aumenta mais com a abertura em 1922 da segunda galeria.

Datas[editar | editar código-fonte]

  • 1898; começo dos trabalhos de abertura do túnel pela Companhia do Jura-Simplon
  • 1905; fim da abertura
  • 28 de Maio de 1906; inauguração
  • 1906; electrificação
  • 1912; começo dos trabalhos de abertura da 2da galeria
  • 1921; fim dos trabalhos de abertura da 2da via.

Utilização[editar | editar código-fonte]

Unicamente em relação ao serviço de passageiros a linha é utilizada por seis grandes serviços.

TEE[editar | editar código-fonte]

O Trans Europ Express entra em funcionamento nesta linha e 1961 com o TEE Cisalpino que faz a ligação Paris-Milão

As linhas eram:

  • Cisalpin 01.07.1961 – 21.01.1984 Paris (Estação de Lyon) – Dijon – Lausana – Briga – Domodossola – Milão (Central)
  • Lemano 01.06.1958 – 22.05.1982 Genebra – Lausana – Briga – Domodossola – Milão (Central)

TGV[editar | editar código-fonte]

O Comboio de alta velocidade, na ocorrência o TGV francês, faz o trajecto Paris (Estação de Lyon) — Lausana que é explorada pela SNCF e pelos CFF e para manter as denominações tradicionais dos grandes expressos europeus vai chamar-se-lhes: Lemano e Cisalpino.

Em 1995 a linha é prolongada até Briga para servir as estações de desporto de Inverno do Alto-Valais Flag of Canton of Valais.svg Valais . Em 2002 esta linha toma o nome de Lyria [1]

  • Linha; Paris (Estação de Lyon) – Dijon - Vallorbe - Lausanna - Sion

EuroCity[editar | editar código-fonte]

Em 1988 cessaram os serviços TEE e começaram os da EuroCity entre Genebra-Milão via Lausana.

Linhas:

  • Genebra — Lausana — Montreux — Sion — Briga — Domodossola — Stresa – Milão (Central) — Veneza (Santa Lucia)
  • Basileis – Liestal — Olten — Berna — Thun — Spiez — Visp — Briga – Domodossola — Stresa — Gallarate — Milão (Central) — Veneza (Santa Lucia)

Cisalpino[editar | editar código-fonte]

Foi em 1996 que o Cisalpino, uma filial dos Caminhos de Ferro Federais, toma a exploração da linha Genebra-Lausana-Milão. Depois de vários problemas com o material rolante, a filial foi suprimida e o tráfico passou, em 2010, a ser efectuado pala EuroCity [2] .

Imagem[editar | editar código-fonte]

Anúncios[editar | editar código-fonte]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]