Lioubov Chachkova-Sokolova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lioubov Sokolova
Lyubov Kılıç 4.jpg
Informação pessoal
Nome completo Lioubov Sokolova Kılıç
Data de nascimento 4 de dezembro de 1977 (36 anos)
Local de nascimento    Moscou, Rússia
Altura 1,92 m
Peso 73 kg
Posição Ponteira/Oposta
Informações de clubes
Clube atual Turquia Eczacıbaşı VitrA
Seleção nacional
1996–2001/2003–2012 Bandeira da Rússia Rússia
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Sydney 2000 Equipe
Prata Atenas 2004 Equipe
Campeonato Mundial
Ouro Japão 2006 Equipe
Ouro Japão 2010 Equipe
Bronze Japão 1998 Equipe
Copa do Mundo
Prata Japão 1999 Equipe
Copa dos Campeões
Prata Japão 2001 Equipe
Ouro Japão 1997 Equipe
Grand Prix
Ouro Kobe 1997 Equipe
Ouro Yu Xi 1999 Equipe
Prata Hong Kong 1998 Equipe
Prata Manila 2000 Equipe
Prata Reggio Calabria 2006 Equipe
Bronze Xangai 1996 Equipe
Bronze Macau 2001 Equipe
Montreux Volley Masters
Prata Suiça 2000 Equipe
Campeonato Europeu
Ouro Itália 1999 Equipe
Ouro Bulgária 2001 Equipe
Bronze Croácia 2005 Equipe
Bronze Bélgica/Lux. 2007 Equipe
Competidor do Fenerbahçe Acıbadem
Campeonato Mundial de Clubes
Ouro 2010 Doha Equipe
Copa Yeltsin
Ouro Yekaterinburg 2008 Equipe

Lioubov Sokolova Kılıç (também conhecida por Lioubov Chachkova, Moscou, 4 de dezembro de 1977), é uma jogadora de voleibol russa que atua como atacante. Considerada por muitos uma das maiores jogadoras de vôlei da história desse esporte, Sokolova conquistou fãs em todo o mundo por ser uma atleta denominada completa. Seu sobrenome de solteira é Sokolova, mas tornou-se Kılıç após se casar com o ex-jogador de voleibol turco Aytaç Kılıç. Antes foi casada com Chachkov, com que teve um filho.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sokolova começou a jogar voleibol aos nove anos, e ingressou ainda jovem na equipe do técnico Nikolay Karpol. Aos 19 anos, já participou de sua primeira Olimpíada, integrando a Seleção Russa em 1996. Naquela época, entretanto, era reserva de atletas mais experientes, tais como Valentina Oguienko, Yelena Tyurina e Tatiana Menchova.

A partir de 1998, começou a atuar como titular, destacando-se em torneios tais como o Grand Prix e o Campeonato Mundial, obtendo diversos prêmios individuais e ganhando a medalha de prata nas Olimpíadas de Sydney. Nesta ocasião, passou a adotar o sobrenome de seu primeiro marido, "Chachkova".

Sokolova tornou a casar-se no início da década de 2000 com o turco Aytaç Kılıç, e parou de disputar competições internacionais com vistas a obter autorização da Federação Internacional de Voleibol para passar a defender sua nova nacionalidade. Sob forte pressão do governo russo, todavia, retornou às quadras para as Olimpíadas de Atenas, obtendo novamente a medalha de prata. Depois de sua última atuação pela Seleção Russa de voleibol em 2007 no Europeu , Sokolova fez parte do grupo que foi as Olimpíadas de Pequim e acabou sendo eliminada nas quartas de finais, amargando um oitavo lugar. Retornando a seleção devido a um pedido do técnico russo, Sokolova integrou o grupo que conquistou a medalha de ouro no Mundial de 2010 no Japão, assim se consagrando bicampeã da competição. Sokolova esteve presente também nas Olimpíadas de Londres, em que a Seleção Russa teve 6 chances de fechar o tie-break e não conseguiu, sendo superada pela Seleção Brasileira nas quartas de final. Após os jogos Sokolova anunciou a aposentadoria da Seleção Russa junto com Gamova.

Atualmente joga no clube turco Eczacıbaşı VitrA.

Premiações individuais[editar | editar código-fonte]

  • Grand Prix 1999: Melhor Saque
  • Copa do Mundo de Voleibol de 1999: Melhor Ataque
  • Copa do Mundo de Voleibol de 1999: Melhor Passe
  • Grand Prix 2000: Maior Pontuadora
  • Campeonato Europeu de 2001: Melhor Saque
  • Campeonato Europeu de 2001: Melhor Passe
  • CEV - 2006: Melhor Jogadora da Europa
  • Campeonato Europeu de 2007: Melhor Passe
  • Campeonato de Clubes da Europa 2006/07: MVP
  • Campeonato de Clubes da Europa 2006/07: Melhor Passe
  • Yekaterinburg 2008: Maior Pontuadora
  • Yekaterinburg 2008: Melhor Ataque
  • Campeonato Turco 2010/2011 : MVP

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube País Temporadas
CSKA Moscow  Rússia 1992 - 1995
Rossy Moscow  Rússia 1995 - 1996
Mladost Zagabria  Croácia 1997 - 1998
Hitachi  Japão 1998 - 1999
Uralotchka NTMK Ekaterinburg  Rússia 1999 - 2000
Eczacıbaşı Zentiva  Turquia 2000 - 2001
Bergamo  Itália 2002 - 2005
Monte Schiavo Banca Marche Jesi  Itália 2005 - 2006
Grupo 2002 Murcia  Espanha 2006 - 2007
Zarechie Odintsovo  Rússia 2007 - 2009
Monte Schiavo Banca Marche Jesi  Itália 2009 - 2010
Fenerbahçe Acıbadem  Turquia 2010 - 2012
Eczacıbaşı VitrA  Turquia 2012


Características[editar | editar código-fonte]

Enquanto esteve como titular da Rússia, no período de 1999 a 2001, Sokolova foi apontada como uma das mais talentosas atletas de sua geração. Numa seleção onde, de acordo com a estratégia adotada pelo técnico Nikolay Karpol, a maior parte das atacantes prioriza a força e não a velocidade, Sokolova destacava-se por sua incrível versatilidade, que a permitia atuar com eficiência em praticamente qualquer posição ofensiva. Ela é usualmente classificada como ponta, mas já jogou como oposta e até mesmo como central.

De acordo com especialistas, o ingresso de Sokolova trouxe à seleção russa um dinamismo até então desconhecido. Aproveitando-se de sua agilidade e de seus incontáveis recursos individuais, Karpol pôde em certa medida "modernizar" o desenho tático de sua equipe, incluindo jogadas mais rápidas pelas pontas e tornando menos previsível uma estratégia de ataque que sempre foi, em linhas gerais, limitada a bolas altas e lentas.

Sokolova não é apenas uma atacante versátil: ela destaca-se igualmente em outros fundamentos, tais como saque e recepção. Entre os prêmios individuais que recebeu, destaca-se o MVP do Grand Prix de 2000, concedido apesar de seu time ter perdido a final para a equipe de Cuba. Já no ano de 2006, Sokolova foi eleita a melhor jogadora da Europa. Foi MVP do último Campeonato Turco jogando pelo Fenerbahce.

Principais conquistas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]