Lipofilicidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Maio de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Lipofilicidade, (do grego amizade pela gordura), refere-se à habilidade de um composto químico dissolver-se em gorduras, óleos vegetais, lipídios em geral. Em outras palavras, a substância dita lipofílica é a que tem afinidade e é solúvel em lipídios.

Solventes não polares como os hidrocarbonetos, tais como o hexano ou tolueno.[1] Estes solventes não polares (apolares) são eles próprios lipofílicos — o axioma que semelhante dissolve semelhante geralmente é verdadeiro. Estas substâncias lipofílicas tendem a dissolver-se em outras substâncias lipofílicas, enquanto hidrófilos ou hidrofílicos (preferência pela água) tendem a dissolver-se em água e outras substâncias hidrófilas.

Referências

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.