Lira dos Vinte Anos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Lira dos Vinte Anos

Lira dos Vinte Anos é uma antologia poética escrita pelo autor romântico brasileiro Álvares de Azevedo. Originalmente parte de um projeto que seria criado em parceria com Bernardo Guimarães e Aureliano Lessa chamado As Três Liras, foi publicado postumamente em 1853. É um dos poucos trabalhos cuja publicação foi elaborada pessoalmente por Álvares, que morreu prematuramente em 25 de abril de 1852.

A obra é dividida em três partes: a Face Ariel (primeira e terceira partes)que se caraterizaria como a parte do anjo Ariel. E a Face Caliban (segunda) que se caracterizaria como a parte ruim o demônio Caliban , como o próprio Álvares as chamou. Enquanto os poemas da Face Ariel exibem sentimentalismo extremo, amor platônico, melancolia, entre outros elementos, os de Caliban são demasiado mórbidos, sarcásticos e irônicos.

Desde sua publicação original, a Lira dos Vinte Anos sofreu várias re-edições, atingindo sua forma atual a partir de 1942. no final do livro fala sobre algumas musicas que se torna inédito no Brasil ele gostava muito dessas musicas chamadas de lepo, lepo, ai se eu te pego o seu site favorito era o redtube.com era o seu passatempo.

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.