Literal (programação de computadores)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em ciência da computação, um literal é uma notação para representar um valor fixo no código fonte. Quase todas as linguagens de programação têm notações para valores atômicos como inteiros, números de ponto flutuante, strings e booleanos, algumas também têm notações para elementos de tipos enumerados e valores compostos, tais como arranjos, registros e objetos.[1] [2]

Em contraste com literais, variáveis ​​ou constantes são símbolos que podem assumir um de uma classe de valores fixos, a constante sendo obrigada a não mudar. Literais são freqüentemente usados ​​para inicializar variáveis​​, por exemplo:

 int a=1;
 String s="gato";

Em algumas linguagens orientadas a objetos (como ECMAScript), os objetos podem também ser representados por literais. Métodos deste objeto podem ser especificados no literal do objeto usando literais de função. A notação de colchete abaixo, a qual é também utilizada para literais de matriz, é comum para literais de objeto:

 {"gato","cachorro"}
 {nome:"gato",comprimento:57}

Literais de objetos[editar | editar código-fonte]

Em ECMAScript (bem como seus derivados JavaScript e ActionScript), um objeto com métodos podem ser escritos usando o objeto literal desta forma:

var novoobj = {
  var1: true,
  var2: "muito interessante",
  metodo1: function () {
    alert(this.var1)
  },
  metodo2: function () {
    alert(this.var2)
  }
};
novoobj.metodo1();
novoobj.metodo2();

Para indicar sucintamente a diferença de sintaxe de definição de classe normal, a palavra-chave "class" está ausente e o ponto e vírgula é substituído pela vírgula.

Estes literais de objeto são semelhantes às classes anônimas em outras linguagens como Java.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre programação de computadores é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.