Literatura espírita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Dá-se o nome de literatura espírita a um tipo de literatura que divulga as ideias do Espiritismo. Sob a forma de periódicos e livros, compreende filosofia, pesquisas, manuais, ensaios, exegeses, apólogos, contos, romances, novelas, crônicas, poesias etc. A autoria de muitos trabalhos, como na Série André Luiz, é atribuída a autores espirituais através do fenômeno da psicografia. Entre os médiuns psicógrafos mais conhecidos no Brasil destacam-se os nomes de Francisco Cândido Xavier e de Divaldo Franco. Em Portugal, notabilizou-se o de Fernando de Lacerda, no início do século XX.

Alguns periódicos[editar | editar código-fonte]

Alguns livros[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]