Live ?!*@ Like a Suicide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Live ?!*@ Like a Suicide
EP de Guns N' Roses
Lançamento 16 de dezembro de 1986
Gravação Pasha Studios, Hollywood, Los Angeles, Califórnia
Gênero(s) Hard rock, heavy metal, punk rock
Duração 14:03
Formato(s) LP, Cassete
Gravadora(s) UZI Suicide
Produção Guns N' Roses
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Guns N' Roses
Último
Último
Appetite for Destruction
(1987)
Próximo
Próximo

Live ?!*@ Like a Suicide é o EP de estréia do Guns N' Roses lançado com quatro músicas lançado em 16 de dezembro de 1986, gravado pelo próprio selo, UZI Suicide. (Este foi aparentemente um disco independente, mas na verdade a UZI Suicide faz parte da Geffen Records.)[1] Quando referido pelos membros da banda falando sobre o EP, eles simplesmente chamam de Live Like a Suicide. O registro em si teria sido limitado a apenas 10.000 cópias, e ele saiu apenas nos formatos vinil e fita cassete.

De acordo com a autobiografia de Steven Adler, o EP inteiro foi gravado no Pasha Studios em Hollywood com aplausos da platéia e gritando no fundo como engenheiros da Geffen disseram a ele "custaria muito para realmente gravar um álbum ao vivo".[2]

O álbum é bastante raro sendo muito valioso hoje em dia. As 4 faixas contidas nesses álbum também aparecem no lado A do segundo álbum de estúdio da banda, o G N' R Lies.

Capa[editar | editar código-fonte]

A capa da frente é composta por uma fotografia de dois dos membros da banda, Duff McKagan e Axl Rose (da esquerda para a direita), com o logo Guns N' Roses no topo, desenhado por Slash, já embaixo o nome do álbum fica destacado. A capa deste EP também aparece na capa do G N' R Lies.

Promoção[editar | editar código-fonte]

Em 2010, Steven Adler disse que o Guns N' Roses deu ao apresentador do programa de rádio Rodney on the ROQ de Rodney Bingenheimer um grama de cocaína para que ele executar a música "Reckless Life" na rádio na época.[3]

Informações das músicas[editar | editar código-fonte]

As quatro músicas foram selecionadas de demos da banda: duas músicas são covers e outras duas são originais. O EP foi gravado em um estúdio mais na edição sobrepuseram um ruído com da multidão sobreposta sobre o áudio das músicas fazendo parecer que eles estavam gravando ao vivo.

"Reckless Life" é a faixa de abertura do EP, abre-se com Slash gritando "hey fuckers, suck on Guns N' Fuckin' Roses!" Esta canção foi originalmente escrita por Axl Rose e Izzy Stradlin na antiga banda deles, a Hollywood Rose e incluída no seu álbum de compilação The Roots of Guns N' Roses. "Nice Boys" é uma música cover originalmente lançada pela banda Rose Tattoo. O classic rock inspirado "Move to the City é a terceira música do EP. "Mama Kin" é uma música cover do Aerosmith, a banda cita eles como suas maiores influências.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Reckless Life"   Axl Rose, Izzy Stradlin, Slash, Chris Weber 3:20
2. "Nice Boys" (cover Rose Tattoo) Angry Anderson, Mick Cocks, Geordie Leach, Dallas "Digger" Royall, Peter Wells 3:03
3. "Move To The City"   Stradlin, Del James, Weber 3:42
4. "Mama Kin" (cover Aerosmith) Steven Tyler 3:57
Duração total:
14:03

Créditos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Marc Canter, Reckless Road, page 318.
  2. Adler, Steven; My Appetite for Destruction, págs. 107-108. ISBN 978-0-06-191711-0.
  3. 9/21/2010: Steven Adler no The Adam Carolla Show.
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Guns N' Roses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.