Livres para Adorar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Livres para Adorar
Informação geral
País  Brasil
Gênero(s) rock cristão, pop rock, rock progressivo
Período em atividade 2005 - presente
Gravadora(s) Onimusic
Afiliação(ões) Heloisa Rosa, Nívea Soares
Influência(s) Delirious?
Página oficial Livres Oficial
Integrantes Juliano Son (voz)
Adriano Alves (bateria e teclado)
Dyck Friesen (guitarra)
Dani Aguiar (baixo)
Erison Nascimento (guitarra)
Drake Phillips (guitarra solo)
Ex-integrantes Roberta Digilio (baixo)
Daniel Oliveira (teclado)
Newman Omena (guitarra)
Robinson Rui (guitarra)
Eber Morilha (baixo)
Fifo Raicoski (Baixo)

Livres para Adorar é uma banda brasileira de rock cristão, voltada ao pop rock e o rock progressivo, tendo como líder e vocalista Juliano Son.

Em atividade desde 2005, o conjunto só obteve notoriedade nacional em 2009, com o disco Pra que Outros possam Viver. Em sua discografia, a banda possui quatro álbuns e dois DVDs.

História[editar | editar código-fonte]

O grupo iniciou suas atividades após a visita de uma missionária ao Nepal, e o que ela tinha visto nos locais por onde passou. Disse que havia visto um esquema de prostituição infantil. Então surgiu um desejo por parte dos integrantes de poder ajudar aquelas crianças.[1]

Em 2005, o grupo lançou o álbum Livres para Adorar, que teve participação de Nívea Soares e Christie Tristão.[2]

Em novembro de 2006, o grupo lança o álbum A Mensagem, produzido por Gustavo Soares. Todo o lucro do álbum foi revertido ao projeto social do grupo que luta contra situações de risco envolvendo crianças.[3]

Em 2009, o ministério gravou o álbum Pra que Outros possam Viver,[4] que também foi registrado em DVD na Conferência Livres, em São Paulo, e trouxe participações de Heloisa Rosa e Jason Upton.[5] Foi lançado um outro DVD com as pregações da conferência, "Mensagens - 1ª Conferência Livres - São Paulo - Pra que os Outros possam viver". A "Conferência Livres" passou a ser anual em São Paulo, com planos de acontecer em outros estados, outras vezes no ano.

Em 2011, o grupo lançou o álbum Mais um Dia, produzido por Ruben di Souza.[6] O grupo também foi indicado no Troféu Promessas na categoria melhor grupo.[7] Um DVD ao vivo foi gravado dia 1 de dezembro de 2012 na Bola de Neve Church, e o lançamento do CD/DVD "Mais um Dia Ao Vivo" foi em 18 de maio de 2013, durante a Conferência Livres 2013.

Ainda em 2011 foi lançado o DVD duplo "Mensagens Conferência Livres São Paulo 2010-2011". Em julho de 2012 foram lançados os playbacks dos CDs "Pra Que Outros Possam Viver" e "Mais Um Dia".

Em 2013 o Ministério Livres implantou uma filial do "Projeto LivreSer" (que já existia em São Paulo) no Piauí, para onde o vocalista Juliano Son se mudou com sua família em janeiro. O projeto se centra num abrigo para 100 crianças em situação de vulnerabilidade, além de planos para um centro missionário, luta contra a exploração sexual infantil e violência, além do escavamento de poços d'água,o primeiro foi implantado em maio de 2013 em Betânia do Piauí.[8] [9]

Discografia e Videografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título
2005 Livres para Adorar
2006 A Mensagem
2009 Pra que Outros possam Viver
2009 Pra que Outros possam Viver - Ao Vivo (DVD)
2011 Mais um Dia
2013 Mais um Dia - Ao Vivo (DVD)

Outros Projetos[editar | editar código-fonte]

2009 Mensagens - 1ª Conferência Livres - São Paulo - Pra que os Outros possam viver (DVD)
2011 Mensagens - Conferência Livres - São Paulo - 2010-2011 (DVD)

Referências

Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.