Livro de Concórdia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luteranismo
Lutherrose.svg
Selo de Lutero
 Luteranismo portal

O Livro de Concórdia foi publicado em 25 de Junho de 1580 e contém documentos em que os cristãos dos séculos IV a XVI DC explicavam no que acreditavam e o que ensinavam, baseados na Bíblia.

O livro foi escrito especificamente para estruturar e esclarecer a fé cristã-luterana, a primeira linha de pensamento teológica derivada do Protestantismo, movimento que propunha a Reforma da Igreja Católica, em 1517. É o histórico doutrinal padrão das Igrejas Luteranas espalhadas por todo o mundo.

Ele inclui, primeiro, os três credos que se originaram na Igreja primitiva: o Credo Apostólico, o Credo Niceno e o Credo Atanasiano. Depois, ele contém os escritos da Reforma Luterana conhecidos como a Confissão de Augsburgo, a Apologia da Confissão de Augsburgo, os Artigos de Esmalcalde, o Tratado sobre o Poder e o Primado do Papa, o Catecismo Menor e o Catecismo Maior de Lutero e a Fórmula de Concórdia.

Os Catecismos e os Artigos de Esmalcalde vieram da pena de Martinho Lutero; a Confissão de Augsburgo, sua Apologia e o Tratado foram escritos pelo colaborador de Lutero, Felipe Melanchthon; a Fórmula de Concórdia teve sua forma final organizada por Jakob Andreae (1528-1590), Martin Chemnitz, o Velho (1522-1586), e Nikolaus Selnecker.

Conteúdo:

Nome Data Autor Resumo
Credo Apostólico Século II DC Desconhecido Credo Batismal, usado em Roma
Credo Niceno 325, 381 DC Líderes da Igreja reunidos no Primeiro Concílio de Niceia (325) e no Concílio de Constantinopla (381). Este Credo pretende mostrar claramente, com base nas Escrituras Sagradas que Jesus Cristo é verdadeiro Deus, igual ao Pai e que o Espírito Santo também é verdadeiro Deus, igual ao Pai e ao Filho.
Credo Atanasiano Séculos VI a VIII DC Desconhecido. Recebeu o nome em homenagem ao grande pai da Igreja, Atanásio, que foi instrumento na redação do Credo Niceno. Confessa os ensinamentos da Trindade e a pessoa e otrabalho de Jesus Cristo.
Catecismo Menor 1529 Martinho Lutero Uma pequena obra para educar os leigos nos fundamentos da Fé Cristã.
Catecismo Maior 1529 Martinho Lutero Cobrindo os mesmos pontos principais da doutrina Cristã que o Catecismo Menor, o Catecismo Maior é uma compilação de sermões de Lutero.
Confissão de Augsburgo 25 de Junho de 1530 Felipe Melanchton Geralmente vista como a principal Confissão Luterana; ela foi apresentada pelos Luteranos ao Imperador Carlos V na dieta imperial de Augsburgo, em 1530, como uma declaração dos principais artigos da fé Cristã conforme entendida pelos Luteranos; também contém uma lista de abusos que os Luteranos corrigiram.
Apologia da Confissão de Augsburgo 1531 Felipe Melanchton Depois que os teólogos Romanos condenaram muitos dos ensinamentos da Confissão de Augsburgo, Melanchton escreveu esta longa defesa. É merecidamente considerada um clássico Cristão.
Artigos de Esmalcalde 1536 Martinho Lutero Artigos de fé que Lutero pretendia se tornassem uma plataforma ecumênica para um futuro concílio ecumênico. Estabelecia o que os Luteranos não podiam abrir mão - e porquê.
Tratado sobre o Poder e o Primado do Papa 1537 Felipe Melanchton Proposto para servir como um suplemento à Confissão de Augsburgo, dando a posição Luterana a respeito do Papa.
Fórmula de Concórdia 1577 Jacob Andreae, Martin Chemnitz, David Chytraeus Uma confirmação de alguns ensinamentos da Confissão de Augsburgo a respeito dos quais os Luteranos haviam se divido. A "Declaração Sólida" é a versão original. A "Epítome" é a versão resumida destinada ao uso no estudo das congregações. Mais de 8.100 pastores e teólogos a assinaram, bem como mais de 50 chefes de governos.

Versões inglesas históricas e contemporâneas de O Livro de Concórdia acessível online[editar | editar código-fonte]

demonstração da versão online

O Livro de Concórdia e fontes de estudo online[editar | editar código-fonte]

Um website da internet provê uma versão online do O Livro de Concórdia com fontes de estudo da perspectiva tradicional luterana. É apresentado como O Livro de Concórdia doméstico na internet. Este é o link para O Livro de Concórdia

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bente, Friedrich. Historical Introductions to the Symbolical Books of the Evangelical Lutheran Church (1921). New reprint edition. St. Louis: Concordia Publishing House, 1995. ISBN 0-570-03262-8.
  • Fagerberg, Holsten. A New Look at the Lutheran Confessions (1529–1537). Translated by Gene Lund. Paperback Edition. St. Louis: Concordia Publishing House, 1988. ISBN 0-570-04499-5.
  • Forell, George W. The Augsburg Confession: A Contemporary Commentary. Minneapolis: Augsburg Publishing House, 1968. LOC 68-25798.
  • Formula of Concord, The: Quadricentennial Essays. The Sixteenth Century Journal 8 (1977) no. 4. ISSN 0361-0160.
  • Grane, Lief. The Augsburg Confession: A Commentary. Translated by John H. Rasmussen. Minneapolis, Augsburg Publishing House, 1986. ISBN 0-8066-2252-0.
  • Kolb, Robert and Charles P. Arand. The Genius of Luther's Theology: A Wittenberg Way of Thinking for the Contemporary Church. Grand Rapids, Michigan: Baker Academic, 2008. ISBN 978-0-8010-3180-9.
  • Kolb, Robert and James A. Nestingen, eds. Sources and Contexts of The Book of Concord. Minneapolis: Fortress Press, 2001. ISBN 0-8006-3290-7.
  • Preus, Jacob A.O. The Second Martin: The Life and Theology of Martin Chemnitz. St. Louis: Concordia Publishing House, 2004.
  • Preus, Robert D. and Wilbert H. Rosin, eds. A Contemporary Look at the Formula of Concord. St. Louis: Concordia Publishing House, 1978. ISBN 0-570-03271-7.
  • Preus, Robert D. Getting Into the Theology of Concord. Reprint. St. Louis: Concordia Publishing House, 2004.
  • Preus, Robert D. Theology of Post-Reformation Lutheranism: Volume I. St. Louis: Concordia Publishing House, 1972. ISBN 0-570-04545-2.
  • Reu, Johann Michael. The Augsburg Confession. Reprint. St. Louis: Concordia Publishing House, 1995.
  • Schlink, Edmund. Theology of the Lutheran Confessions. Translated by P. Koehneke and H. Bouman. Philadelphia: Fortress Press, 1961. Reprint, St. Louis: Concordia Publishing House, 2004.
  • Schmauk, Theodore. The Confessional Principle and the Confessions of the Lutheran Church. Translated by C. Theodore Benze. St. Louis: Concordia Publishing House, Reprint 2005.
  • The Sixteenth Century Journal 11 (June 25, 1980) no. 3: 450th Anniversary Augsburg Confession. ISSN 0361-0160.
  • Wengert, Timothy J. A Formula for Parish Practice: Using the Formula of Concord in Congregations. Grand Rapids: Eerdmans Publishing, 2006. ISBN 0-8028-3026-9.
  • Ziegler, Roland F., "The New Translation of the Book of Concord: Closing the barn door after...," Concordia Theological Quarterly 66 (April 2002) 2:145-165 (Available online: [1].

Ligações externas[editar | editar código-fonte]