Livros Sibilinos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O rei Tarquínio, o Soberbo, analisa os Livros Sibilinos.

Os Livros Sibilinos são uma compilação de declarações do oráculo comprados da Sibila de Cumas por Tarquínio, o Soberbo. Segundo James Frazer em palestra proferida em Liverpool (1908): Sibila (profetisa) quis vender ao imperador nove livros que continham todo o conhecimento do futuro. Ele achou alto o preço, e não quis comprar. Ela queimou três, voltou com os restantes e pediu o mesmo preço. Ele recusou, e ela queimou mais três. Voltando com os últimos, pediu, novamente, o mesmo preço. Intrigado, o imperador comprou os livros, e, ao examiná-los, lamentou todo o conhecimento irremediavelmente perdido. [1]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. In: Evolucionismo Cultural - Celso Castro.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.