Lizzie van Zyl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lizzie van Zyl
Criança boer
internada e morta no campo de concentração de Bloemfontein
Nome completo Lizzie van Zyl
Conhecido(a) por Segunda Guerra dos Boers
Nascimento 1894
Estado Livre de Orange
Morte 1901 (7 anos)
Bloemfontein
Nacionalidade boer
Causa da morte febre tifóide

Lizzie van Zyl (1894Bloemfontein, 1901) foi uma criança boer da África do Sul, morta por febre tifóide, aos sete anos de idade, num campo de concentração na cidade de Bloemfontein, durante a Segunda Guerra dos Boers (1899-1902)1 2 . Os britânicos encarceraram-na devido à recusa do pai, um combatente boer, de se render3 .

Biografia[editar | editar código-fonte]

A enfermeira e militante Emily Hobhouse, após visitar o campo em 1901, usou a sua morte como um exemplo das dificuldades que as mulheres e crianças boers enfrentavam nos campos de concentração britânicos durante a guerra. Hobhouse conta a história da jovem Lizzie van Zyl que morreu no campo de concentração de Bloemfontein:

Ela era uma frágil criança de necessidade desesperada de bons cuidados. No entanto, porque a sua mãe era uma das pessoas" indesejadas ", devido ao fato de que o seu marido não se rendeu nem traiu o seu povo, Lizzie foi posta entre aqueles que receberiam a quantidade de rações mais baixas e, assim, pereceu de fome. Após um mês no acampamento, foi transferida para um novo hospital de pequeno porte, no qual foi tratada com dureza. O médico e enfermeiros, todos ingleses, não entendiam a sua linguagem, o africâner, e como ela não sabia inglês, rotularam-na de idiota, embora estivesse mentalmente apta e normal. Um dia ela começou a chamar desanimada: Mãe! Mãe! Eu quero ir para a minha mãe! Uma senhora Botha caminhou até ela para consolá-la. Ela estava apenas a dizer à criança que ela iria logo ver a mãe novamente, quando foi bruscamente interrompida por uma das enfermeiras que lhe disse para não interferir com a criança, pois estava a incomodá-la. Pouco tempo depois, Lizzie van Zyl morreu4 .

Observa-se que o seu cabelo foi cortado, uma prática comum para as crianças que sofriam de febre tifóide.

Lizzie van Zyl tornou-se um símbolo na luta contra o horror do sistema dos campos de concentração.

Referências