Lobo-de-honshu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Como ler uma caixa taxonómicaLobo-de-honshu
Japanese Wolf.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 EX pt.svg
Extinta
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Canidae
Género: Canis
Espécie: C. lupus
Subespécie: C. l. hodophilax
Nome trinomial
Canis lupus hodophilax
(Temminck, 1839)

O lobo-de-honshu (Canis lupus hodophilax) foi um pequeno lobo de cor parda que habitava em zonas montanhosas da ilha japonesa de Honshu.

A sua extinção deve-se a uma combinação da introdução de raiva e irradicação orquestrada. Até a Era Tokugawa, os lobos eram venerados no Japão, já que mantinham animais herbívoros como cervos afastados das colheitas. Porém a partir da Era Meiji, o governo passou a promover um novo tipo de agricultura, com base nos ranchos ao estilo estadunidense. Isto levou a muitos conflitos entre lobos e fazendeiros, já que os lobos passaram a atacar o gado. Com isso, os fazendeiros passaram a matar os lobos, valendo-se de expedientes como envenenamento por estricnina e armadilhas de ferro, além de oferecerem recompensas. O último exemplar conhecido morreu em 1905.

Ícone de esboço Este artigo sobre carnívoros, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.