Lodewijk Woltjer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lodewijk Woltjer
Astronomia
Nacionalidade Países Baixos Neerlandês
Nascimento 1930
Local Noordwijk, Países Baixos
Atividade
Campo(s) Astronomia
Alma mater Universidade de Leiden
Orientador(es) Jan Oort

Lodewijk Woltjer é um astrônomo neerlandês que estudou na Universidade de Leiden sob a orientação de Jan Oort, conquistando seu Ph.D. em Astronomia em 1957, com uma tese sobre a Nebulosa do Caranguejo. Continuou suas pesquisas em várias universidades americanas e foi efetivado como professor de Astrfísica Teórica e de Física do Plasma na Universidade de Leiden.

Entre 1964 e 1975, foi professor de Astronomia e chefe do Departamento de Astronomia da Universidade Columbia em Nova Iorque e, até 1987, foi diretor-geral do Observatório Europeu do Sul (ESO), onde liderou a construção do Very Large Telescope. Entre 1994 e 1997, foi presidente da União Astronômica Internacional (IAU). Foi homenageado em 1987 com a Medalha Karl Schwarzschild.[1]

Foi o primeiro editor-chefe do Astronomy and Astrophysics Review, periódico em Astronomia primeiramente publicado em 1989. Também foi editor do Astronomical Journal entre 1967 e 1974.

É membro de várias academias científicas espalhadas pela Europa, como as Academias de Ciências da Bélgica, Grã Bretanha, Países Baixos, França e Suécia.[2]

Referências

  1. Grewing, M. (1987), "Karl Schwartzschild Vorlesung 1987", Mitteilungen der Astronomischen Gesellschaft 70: 19–20, http://adsabs.harvard.edu/full/1987MitAG..70...19G, visitado em 2011-01-22 
  2. Léna, P. (December 1992), "Professor Lodewijk Woltjer elected to the French Academy of Sciences", The Messenger (ESO) 70: 27, Bibcode1992Msngr..70...27L, http://www.eso.org/sci/publications/messenger/archive/no.70-dec92/messenger-no70-27-27.pdf, visitado em 2011-01-22 
Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.