Lofotr

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lofotr.

Lofotr é um museu histórico baseado na reconstrução e nas escavações arqueológicas da maior moradia viking jamais descoberta em todo o mundo, no arquipélago de Lofoten, norte da Noruega.

A casa de um chefe[editar | editar código-fonte]

Localizado no povoado de Borg, perto de Bøstad, Vestvågøy, Noruega, o museu inclui a reconstrução da casa de um chefe viking, medindo 86 metros de comprimento por 9 metros de largura. Na casa, o visitante encontra uma oficina de ferreiro, padaria, dois barcos em seus abrigos, e pode testemunhar algumas atividades rotineiras de mil anos atrás, reencenadas para que se tenha uma idéia do cotidiano dos vikings.

As ruínas da casa de Lofotr começaram a ser escavadas em 1983, dois anos depois que um agricultor de Borg encontrou cacos de cerâmica no local e comunicou o achado às autoridades, Em setembro de 2006, uma expansão planejada para o Lofotr teve de ser adiada devido a descoberta de buracos de postes e locais que teriam servido de cozinha há dois mil anos [1]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. (Artigo em norueguês)
  • MAZZILLI, Johnny. (2006). Ilhas Lofoten: No Reino do Bacalhau. São Paulo: Editora Três. Revista Planeta. Novembro de 2006. P. 37.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]