Long Live Rock 'n' Roll

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Long Live Rock 'n' Roll
Álbum de estúdio de Rainbow
Lançamento 9 de abril de 1978
Gravação The Strawberry Studio, Château d'Hérouville, França, Maio-Julho & Dezembro de 1977
Gênero(s) Hard rock, Heavy Metal
Duração 39:27
Idioma(s) Inglês
Gravadora(s) Polydor Records
Produção Martin Birch
Cronologia de Rainbow
Último
Último
On Stage
(1977)
Down to Earth
(1979)
Próximo
Próximo
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg ver
Sputnik Music 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg ver

Long Live Rock 'n' Roll é o terceiro álbum de estúdio lançado em 1978 pelo Rainbow e o último a contar com Ronnie James Dio. Embora Bob Daisley e David Stone estejam listados nos créditos do álbum, só aparecem creditados em um par de faixas. (Stone escreveu partes da "Gates of Babylon", mas nunca foi creditado). Blackmore tocou a maioria das partes do baixo sozinho para o álbum. "Kill The King" já abria shows de Rainbow desde meados de 1976. A música apareceu pela primeira vez no álbum ao vivo On Stage em 1977.

Long Live Rock ' n' Roll foi remasterizado em CD para o mercado norte-americano em abril de 1999, com a versão europeia seguindo posteriormente. A versão americana tinha um livreto, que correspondia à capa original do vinil para todos os mercados.

Nos concertos ao vivo de 1977-78 a faixa-título e "Kill the King" foram às únicas músicas executadas, apesar de "LA Connection" ter aparecido algumas vezes na turnê pelos Estados Unidos antes de ser descartada do conjunto.

Em Junho de 2009, um livro do tamanho de um CD sobre a produção do álbum foi lançado na série "Rock Landmarks" chamado "Long Live Rock N' Roll Story" , escrita por Rainbow, Blackmore e o “expert” Jerry Bloom.

Em 12 de abril de 2012 uma versão do foi lançado nos EUA como parte do Record Store Day 2012. Hoje em dia tanto o álbum como a faixa-título são clássicos absolutos do rock/metal.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções escritas por Ritchie Blackmore e Ronnie James Dio , exceto onde anotado. Todas as letras por Dio.

Lado um
  1. "Long Live Rock 'n' Roll" – 4:21
  2. "Lady of the Lake" – 3:39
  3. "L.A. Connection" – 5:02
  4. "Gates of Babylon" – 6:49
Lado dois
  1. "Kill the King" – 4:29 (Blackmore, Dio e Cozy Powell)
  2. "The Shed (Subtle)" – 4:47 (Blackmore, Dio e Powell)
  3. "Sensitive to Light" – 3:07
  4. "Rainbow Eyes" – 7:11

Singles[editar | editar código-fonte]

  • 1978 – "Long Live Rock 'n' Roll / Sensitive to Light"
  • 1978 – "L.A. Connection / Lady of the Lake"

Esses dois singles foram também relançados no Reino Unido em julho de 1981. "Long Live Rock 'n' Roll" foi também usada muitos anos como jingle da rádio britânica do DJ Alan Freeman.

Créditos[editar | editar código-fonte]

Banda
  • Ritchie Blackmore - Guitarra, Baixo.
  • Ronnie James Dio - Vocais.
  • Cozy Powell - Bateria, Percussão.
  • David Stone – Teclados em "Gates of Babylon", "Kill The King", "The Shed"; Piano em "L.A. Connection".
  • Bob Daisley - Baixo em "Kill the King", "Sensitive to Light" e "Gates of Babylon".
Músicos adicionais
  • Bavarian String Ensemble conduzida por Rainer Pietsch em "Gates of Babylon"
  • Ferenc Kiss, Nico Nicolic – violinos em "Rainbow Eyes"
  • Ottmar Machan - viola em "Rainbow Eyes"
  • Karl Heinz Feit – cello em "Rainbow Eyes"
  • Rudi Risavy – flauta em "Rainbow Eyes"
Produção
  • Martin Birch - produtor e engenheiro
  • Max Hecker - engenheiro de gravação de instrumentos clássicos
  • Bruce Payne - direção
  • Gravado no The Strawberry Studio no Château d'Hérouville, França, maio-julho e dezembro de 1977

Desempenho nas paradas[editar | editar código-fonte]

Certificações[editar | editar código-fonte]

País Organização Ano Vendas
UK BPI 1978 Silver.png Prata(+ 60.000)[9]

Covers[editar | editar código-fonte]

  • O Dream Theater quando era conhecido como Majesty tocou "Gates of Babylon" em um de seus primeiros shows em 1986.
  • A banda americana Heathen regravou "Kill the King" em seu disco Victims of Deception (1991), e as bandas Stratovarius, Liege Lord, Primal Fear, Grave Digger também o fizeram em outros álbuns.
  • A banda finlandesa Tarot fez cover de "Kill the King" no seu primeiro álbum ao vivo To Live Again (1994).
  • A banda sueca Tad Morose] regravou "Gates of Babylon" em seu álbum Sender of Thoughts (1995).
  • Yngwie Malmsteen regravou "Gates of Babylon" em seu álbum Inspiration (1996).
  • A banda sérvia de heavy metal Kraljevski Apartman regravou a canção "Long Live Rock 'n' Roll" com letras em sérvio em seu álbum de estreia de 1997 Long Live Rock 'n' Roll (1997).
  • A banda sérvia Osvajači regravou a canção "Rainbow Eyes" intitulada "Tragovi" em seu álbum de 1999 Vrelina.
  • A banda fictícia Steel Dragon também regravou a canção "Long Live Rock 'n' Roll" para o filme de 2001 Rock Star.
  • A banda finlandesa Stratovarius fez um cover de "Kill the King" como lado-B do Single/EP "Father Time", bem como lançando-o em sua coletânea Intermission (2001).
  • A banda alemã Gamma Ray fez um cover de "Long Live Rock 'n' Roll" no relançamento de 2002 de seu disco Powerplant.
  • A banda de folk metal espanhola Mägo de Oz gravou um cover de "Rainbow Eyes" em seu álbum Finisterra (2000) intitulado "Es hora de marchar" com letras em espanhol. Eles também gravaram uma versão de "Gates of Babylon" em seu álbum Gaia II: La Voz Dormida (2005) intitulada "En Nombre de Dios".
  • Blackmore's Night fez um cover com arranjos de folk rock de "Rainbow Eyes" em seu álbum de 2008 Secret Voyage.[10]
  • A banda americana Twisted Sister regravou "Long Live Rock 'n' Roll" durante seus concertos de verão de 2010 em memória a Ronnie James Dio.
  • Candlemass, uma banda de epic-doom metal da Suécia, tocou um cover de "Kill the King" em recentes shows e em álbuns ao vivo como Ashes to Ashes (2010).
  • Adrenaline Mob, banda de Mike Portnoy (ex-Dream Theater), Russell Allen (Symphony X) e John Moyer (Disturbed) regravaram "Kill the King" em seu lançamento de 2013 Covertà.

Honras[editar | editar código-fonte]

Publicação País Honras Ano Clássificação
Record Collector Reino Unido "Álbuns Clássicos de 21 Gêneros para o Século 21"[11] 2000 Sem ordem
Classic Rock Reino Unido "Os 100 Maiores Álbuns de Rock de Todos os Tempos"[12] 2001 29
Rock Hard Alemanha "Top 300 Álbuns"[12] 2001 105

Referências

  1. a b Rainbow Official Charts Official Charts Company. Visitado em 2013-11-26.
  2. Rainbow – Long Live Rock 'n' Roll (album) (em dutch) GfK Dutch Charts Media Control Charts. Visitado em 2013-12-06.
  3. Rainbow – Long Live Rock 'n' Roll (album) Norwegiancharts.com Media Control Charts. Visitado em 2013-12-06.
  4. Rainbow – Long Live Rock 'n' Roll (album) Swedishcharts.com Media Control Charts. Visitado em 2013-12-06.
  5. Album – Rainbow, Long Live Rock 'n' Roll (em german) Charts.de Media Control Charts. Visitado em 2013-12-06.
  6. Long Live Rock 'n' Roll Billboard Albums AllMusic Rovi Corporation. Visitado em 2013-12-06.
  7. Top Albums/CDs - Volume 29, No. 16, July 15, 1978 Library and Archives Canada (15 July 1978). Visitado em 2013-12-06.
  8. [1] (em japanese) Oricon. Visitado em 2013-12-03.
  9. Search for Artist Rainbow British Phonographic Industry. Visitado em 2013-11-26.
  10. Secret Voyage @ SPV
  11. (January 2000) "Genres Classic Albums from 21 Genres for the 21st Century.". Record Collector (245).
  12. a b Rainbow - Long Live Rock 'n' Roll Acclaimed Music.net. Visitado em 2013-12-06.