Lorde Coelhão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lorde Coelhão é um personagem fictício que faz parte da criação de Maurício de Sousa, criador da Turma da Mônica.

Lorde Coelhão é o vilão da história, e participou de dois filmes da Turma da Mônica: "As Aventuras da Turma da Mônica" e "A Princesa e o Robô".

Em ambos filmes, ele possui ideais semelhantes, mas no segundo, seu principal objetivo é conseguir a mão da coelha Mimi, a princesa do planeta Cenourando. Sua meta, em "As aventuras da Turma da Mônica" é transformar a Terra em uma grande plantação de cenouras.

Lorde Coelhão possui o seu próprio exército de robôs, um capanga de nome Zoiúdo e a Nave-mãe. Isso tudo é possível graças à significativa vantagem de ser conselheiro real do planeta em que vive.

As aparições de Lorde Coelhão na Turma da Mônica se dão basicamente nos filmes, aparecendo muito raramente nas histórias em quadrinhos. Uma das histórias em que ele aparece depois do filme A Princesa e o Robô é a história "2001, Uma Odisséia no Parque".[1]

Lorde Coelhão reapareceu no mangá da Turma da Mônica Jovem na 3ª edição como aliado do Poeira Negra(capitão feio) e Yuka.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.