Los Angeles Galaxy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Los Angeles Galaxy
LAgalaxy.png
Nome Los Angeles Galaxy
Alcunhas Galaxy, the G's, the Green and Gold, Los Galacticos de Los Angeles
Fundação 1º de janeiro de 1995 (19 anos)
Estádio StubHub Center
Capacidade 27.000
Presidente Estados Unidos Philip Anschutz
Treinador Estados Unidos Bruce Arena
Patrocinador Estados Unidos Herbalife
Material esportivo Alemanha Adidas
Competição Major League Soccer
Website LAGalaxy.com
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Los Angeles Galaxy (ou LA Galaxy) é uma equipe norte-americana de futebol com sede na cidade de Los Angeles.

História[editar | editar código-fonte]

Origens[editar | editar código-fonte]

O clube surgiu em 1995 e foi um dos fundadores da Major League Soccer (MLS, a liga de futebol norte-americana) que teve seu primeiro campeonato realizado em 1996. O nome Galaxy é uma referência a Hollywood, o famoso bairro da cidade de Los Angeles (sede da equipe) que é o lar de muitas estrelas de cinema.

Campeonatos[editar | editar código-fonte]

Cobi Jones atuando pelo Los Angeles Galaxy em 2003

O Los Angeles Galaxy chegou à grande final da Major League Soccer, a MLS Cup, sete vezes: 1996, 1999, 2001, 2002, 2005, 2011 e 2012, vencendo-a em quatro ocasiões: 2002, 2005, 2011 e 2012. Em 2005, venceu também a US Open Cup fazendo o chamado Double (dupla, popular "dobradinha" no Brasil), que designa a vitória nos dois campeonatos mais importantes do futebol dos Estados Unidos. Venceu também o MLS Supporters' Shield em 1998, 2002, 2010 e 2011.

Copa dos Campeões da CONCACAF[editar | editar código-fonte]

Em 2000, o Los Angeles Galaxy venceu o seu campeonato mais importante até hoje: a Copa dos Campeões da CONCACAF, o principal torneio interclubes da região das Américas do Norte, Central e do Caribe. O adversário batido em jogo único foi o Olimpia, de Honduras, pelo placar de 3 a 2.

Mundial de Clubes da FIFA[editar | editar código-fonte]

Ao vencer a Copa dos Campeões da CONCACAF em 2000, o Los Angeles Galaxy ganhou o direito de disputar o Mundial de Clubes da FIFA de 2001. Porém, com a falência da ISL, empresa parceira da FIFA, o campeonato foi cancelado e o Galaxy perdeu a oportunidade de ser a primeira equipe norte-americana e da MLS a participar dessa competição.[1]

David Beckham[editar | editar código-fonte]

David Beckham no Los Angeles Galaxy em 2007

Em 11 de Janeiro de 2007, o Los Angeles Galaxy anunciou a contratação do jogador - e popstar - do Real Madrid David Beckham.[2] Com a assinatura deste contrato e com outros contratos publicitários, David Beckham tornou-se um dos futebolistas mais bem pagos do mundo.

Sob o slogan Beckham comes to America, a expectativa pela chegada do craque britânico no verão americano deste ano, tanto de torcedores como de jornalistas do mundo inteiro, foi enorme.

E o chamado "efeito Beckham" já se faz sentir: em 10 de fevereiro de 2007, oitocentas pessoas (o dobro em relação ao ano passado) se apresentaram para testes no Los Angeles Galaxy. Aspirantes a astros de várias nacionalidades (entre eles brasileiros, ingleses, mexicanos, sul-africanos, entre outros) vieram tentar conseguir uma vaga na equipe da Califórnia.

Em 14 de maio, o Galaxy também anunciou oficialmente a contratação do defensor português Abel Xavier,[3] que fez sua estréia em 17 de junho na vitória do Galaxy sobre o Real Salt Lake por 3 a 2 com atuação elogiada.

Beckham finalmente chegou no Los Angeles Galaxy em 13 de julho de 2007 com uma grande recepção por parte dos adeptos, dirigentes e mídia americanas.[4] Sua estréia oficial foi em 21 de julho (embora tenha jogado apenas dez minutos) em um amistoso contra a equipe britânica Chelsea para quem o Los Angeles Galaxy perdeu por 1 a 0. [5]

Em 15 de agosto, Beckham marcou seu primeiro gol pelo Galaxy - e ainda fez uma assistência para outro gol, de Landon Donovan - na vitória de 2 a 0 de sua equipe sobre o arquirival DC United na disputa da Superliga (campeonato jogado entre equipes da MLS e do México para disputar o título de campeão da América do Norte). Com a vitória, o Los Angeles Galaxy ganhou o direito de decidir, em 29 de agosto, a primeira final da primeira Superliga contra a equipe mexicana Pachuca. Porém perdeu o título na cobrança de penaltis, por 4 a 3, após um empate no tempo normal em 1 a 1. Não teve melhor sorte na MLS Cup não chegando aos playoffs finais, apesar de uma boa recuperação. Em 2008, participou do primeiro Campeonato Pan-Pacífico, porém foi derrotado pela equipe japonesa Gamba Osaka e ficou fora da grande final. Mas, ainda assim, obteve o terceiro lugar ao derrotar o Sydney FC. Em 22 de novembro de 2009, chegou à final da MLS Cup, mas foi superado pela equipe Real Salt Lake[1]. O primeiro título de Beckham no Los Angeles Galaxy foi a MLS Supporters' Shield, conquistada em 2010[6] sendo bicampeão em 2011.[7] Nesse mesmo ano conquistou o mais importante título do futebol estadunidense, a MLS Cup.[8]

Rivalidades[editar | editar código-fonte]

Os dois maiores rivais do Los Angeles Galaxy são o Club Deportivo Chivas USA e o San José Earthquakes. Estas rivalidades devem-se sobretudo à proximidade geográfica existente entre os clubes. Os jogos entre Los Angeles Galaxy e o Club Deportivo Chivas USA dão origem ao Honda SuperClasico. Já os encontros contra o San José Earthquakes são denominados de Clássico da California.

Estádios[editar | editar código-fonte]

Home Depot Center, o estádio onde o Los Angeles Galaxy manda os seus jogos

Até 2002 o Los Angeles Galaxy jogou os seu jogos em casa, no estádio Rose Bowl.

Em 2003 mudou-se para o Home Depot Center, onde ainda hoje joga as suas partidas. A partir de 2005 começa a partilhar este estádio com o seu rival Club Deportivo Chivas USA.

Este estádio tem capacidade máxima de 27.000 lugares e já sediou diversos eventos desportivos e culturais. Tem como principal patrocinador a empresa americana Home Depot.




Títulos[editar | editar código-fonte]

CONTINENTAIS
Competição Títulos Temporadas
Concacaf Champions League desde 2009.png Liga dos Campeões da CONCACAF 1 (2000)
NACIONAIS
Competição Títulos Temporadas
MLS Cup.svg MLS Cup 4 (2002, 2005, 2011, 2012)
CommunityShield.png MLS Supporters' Shield 4 (1998, 2002, 2010, 2011)
Carling.png Copa dos Estados Unidos 2 (2001, 2005)
REGIONAIS
Competição Títulos Temporadas
Carling.png Desert Diamond Cup 1 (2012)

Jogadores[editar | editar código-fonte]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 29 de março de 2014.[9]

Legenda:

Capitão: Capitão


Goleiros
Jogador
1 Estados Unidos Brian Perk
12 Estados Unidos Brian Rowe
18 Panamá Jaime Penedo
Defensores
Jogador Pos.
2 Estados Unidos Todd Dunivant Z
4 Estados Unidos Omar Gonzalez Z
20 Guam A. J. DeLaGarza Z
21 Estados Unidos Tommy Meyer Z
22 Brasil Leonardo Z
26 Estados Unidos James Riley Z
31 Estados Unidos Kyle Venter Z
33 Estados Unidos Dan Gargan Z
Meio-campistas
Jogador Pos.
6 Estados Unidos Baggio Husidić M
8 México Santiago Muñez M
10 Estados Unidos Landon Donovan M
14 Estados Unidos Robbie Rogers M
19 Brasil Juninho M
24 Suécia Stefan Ishizaki M
28 Brasil Marcelo Sarvas M
34 Estados Unidos Kenney Walker M
Atacantes
Jogador
7 República da Irlanda Robbie Keane (Capitão)
9 Estados Unidos Alan Gordon
11 Estados Unidos Gyasi Zardes
16 Canadá Rob Friend
30 Estados Unidos Chandler Hoffman
Comissão técnica
Nome Pos.
Estados Unidos Bruce Arena T

Jogadores históricos[editar | editar código-fonte]

O estadunidense Landon Donovan, um dos maiores craques da história do Los Angeles Galaxy, atuando durante a temporada 2011
O britânico David Beckham atuando durante a temporada 2011

Números de camisa aposentados[editar | editar código-fonte]

13Estados Unidos Cobi Jones (1996–2007)

Treinadores[editar | editar código-fonte]

Cozmo, o "sapo extraterrestre" que é o mascote do Los Angeles Galaxy.

Recordes[editar | editar código-fonte]


Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º uniforme: Camisa branca,calção e meias brancas;
  • 2º uniforme: Camisa azul,calção e meias azuis;
  • 3º uniforme: Camisa preta, calção e meias pretas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time

Uniformes dos goleiros[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2011
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2010
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2009
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2008
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2007
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2006
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]