Lotário II da Lotaríngia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lotário II da Lotaríngia
Rei da Lotaríngia
Selo de Lotário II da Lotaríngia
Governo
Vida
Nome completo Lotário II da Lotaríngia
Nascimento 835
Morte 8 de agosto de 869 (34 anos)
Filhos Gisela da Lotaríngia; Berta de França; Ermengarda da Lotaríngia; Hugo da Lotaríngia
Pai Lotário I da Lotaríngia
Mãe Ermengarda de Orleães e Tours
Território de Lotário II em 855.
Território de Lotário II em 863.

Lotário II da Lotaríngia (8358 de agosto de 869) foi rei da Lotaríngia. Foi o segundo filho de Lotário I e Ermengarda de Tours, filha de Boso o antigo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Após a morte do pai, em 865, o reino foi dividido em três partes e ele recebeu um território a oeste do Reno, nas proximidades do norte da Borgonha. Este território ficou conhecido como o reino de Lotário, depois, no inicio do séc X, como Lotaríngia ou Lorena (esta desiginação somente seria aplicada posteriormente ao ducado da Lorena). Seu irmão mais velho Luís II da Germânia recebeu a Itália do Norte e o título de Imperador do Ocidente e Carlos da Provença, o mais novo, recebeu as partes ocidentais dos domínios do seu pai, da Borgonha e da Provença.

Em 859, Lotário II assina com o irmão Carlos, um tratado, onde é é reconhecido como herdeiro daqueles domínios e quando morre Carlos, em 863, Lotário impõe a sua suserania sobre os condados de Lião, Vivarais e Viena. A Provença escapa-lha em benefício ao irmão Luis II, o Jovem, Imperador de Ocidente e rei da Itália.

Anos antes, em 855, Lotário casou-se com Teuberga, filha de Bosão de Valois[1] [2] , conde de Valois e como esta não lhe dava um filho (sucessor), ele a repudia, a expulsa e com a sustentação de seu irmão, o imperador Louis II - por uma cessão das terras - e o consentimento do clero local e a aprovação do Sínodo de Aachen, ocorrido em em 28 de Abril do 862, conseguiu o divórcio e pode casar-se com Waldrada, em 862.

Entretanto, Hucbert de Arles [3] [4] [5] (c. 830 - 864 ou 866), irmão da rainha e abade de São Maurício, intervêm junto ao papa Nicolau I[6] , este convoca o Sínodo de Metz, em Junho de 863, todavia, os legados papais, subornados por Lotário, confirmam as decisões de Aachen e condenam Teutberga (embora ausente).

O pontífice então convoca o Sínodo de Latrão, em outubro de 863, onde são condenados e destituídos os bispos Gunter da Colôniae Tietgaud de Trier, por sua conduta no Sínodo de Metz e ainda João da Ravena e Hagano de Bergamo. Os irmãos Luís II e Lotário em desafio às decisões de Nicolau e em defesa dos bispos, avançam com seus exércitos e sitiam Roma. Durante dois dias ficou Nicolau confinado em sua sede, não obstante. Logo a seguir, e sem nada conseguir, Lorário se reconcilia com o papa Nicolau. Logo que Lotário soube da morte de Nicolau I, enviou à Roma, o bispo Aventius de Metz, para levar uma carta ao novo Papa Adriano II (867-872), onde solicita a absolvição de Waldrada e pouco depois, para pedir a anulação definitiva do casamento envia a própria Teutberga. Todavia, em Roma, é ela própria quem solicita a separação, por vontade sua. O pontífice todavia faz-se irredutível e pouco depois é o próprio Lotário quem vai à Roma não obteve o sucesso pretendido e na viagem de volta, enfermo e acometido de febre ele morre, em agosto de 869, na região de Piacenza.

Os filhos do segundo casamento com Waldrada, são considerados bastados e a sua herança deveria retornar ao irmão Luis II, o único que lhe sobreviveu. Entretanto, este último ocupou-se em combater os muçulmanos em Benevento, então seu reino é finalmente compartilhado entre os tios Luís o Germânico e Carlos o Calvo no Tratado de Mersen em 870.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Lotário II da Lotaríngia - Nascido em 825 e morto em 8 de agosto de 869.

   ┌─ Luís o Pio (778-† 840), Imperador do Ocidente (814-840).
   │ 
   ┌─ Lotário I (795-† 855), Imperador do Ocidente (840-855). 
┌─ └─ Ermengarda de Hesbaye (780-† 818). Filha de Robert Cancor conde de Hesbaye.
│
├Lotário II da Lotaríngia (855-869)
│
│  ┌─ X
└─ ├Ermengarda de Tours (?-† 851). 
   └─ X
Lotário II da Lotaríngia
 1) esp Teutberga. Filha de Bosão de Valois, conde de Valois (Dinastia dos Bosonidas)
 2) esp Waldrada de Harcourt filha de Liudolf I de Harcourt e de Hatwige de Friuli.
 │
 ├─De 2(1) Hugo (?-† 895), Duque da Alsácia (855-895).
 ├─De 2(2) Gisele (865-908), esposa de Godofredo (Chefe Normando), Duque da Frísia.
 ├─De 2(3) Ermengarda 
 │
 └─De 2(4) Berta(c.863-925).
   1) esp Teobaldo de Arles, conde de Arles (879-895), irmão de Teutberga (Dinastia dos Bosonidas)
   2) esp Adalberto II da Toscânia

Referências

  1. Christian Settipani, La Capétiens Prehistoire des, Premiere partie: Mérovingiens, Carolingiens et Robertiens.
  2. Pierre Riche, os carolíngios, uma família que forjou a Europa.
  3. Page 5 dans Mémoires de lʹAcadémie des sciences Impériales, des arts et belles-lettres de Dijon (1862)
  4. FMG ici :
    HUBERT (-killed in battle Orbe 866).
  5. Projects-MedLands-PROVENCE, article sur THEOTBALD ici
    "Richardi comitis, Teutbaldi comitis, Bernardi comitis" subscribed the charter dated 25 Jul 879 under which "Boso…et coniunx mea Hirmingardi proles imperiales" donated property "in pago Laticense…in villa Lantinus" to the abbey of Montiérende.
    En outre, la Fondation pour la généalogie médiévale (FMG) précise que Théobald est « Comte d'Arles » et ne lui donne que ce titre ; il est donc clair, pour la FMG, que la charte mentionnée qui lui attribue ce titre de « comte » évoque en réalité celui plus précis de « comte d'Arles ».
  6. FISCHER-WOLLPERT, Rudolf. Os Papas e o Papado. Trad.: Antônio Estevão Allgayer. Petrópolis: Editora Vozes.pág. 55

Ligações externas[editar | editar código-fonte]