Lothar-Günther Buchheim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Lothar-Günther Buchheim (Weimar, Turíngia, 6 de Fevereiro de 1918 - Starnberg, Baviera, 22 de Fevereiro de 2007) foi um autor, pintor e coleccionador de Arte alemão. É melhor conhecido pela sua novela Das Boot, que se tormou um bestseller internacional.

Buchheim nasceu em Weimar na Turíngia. Como correspondente de guerra para a Alemanha Nazi, Buchheim juntou-se à tripulação do Unterseeboot 96 para uma patrulha na Batalha do Atlântico em 1941. Tinha ordens para fotografar e descrever o U-Boot em acção, para propósitos propagandísticos. A partir da sua experiência escreveu uma curta história, Die Eichenlaubfahrt; um novela em 1975, Das Boot (O Barco), e a não-ficção, U-Boot-Krieg em 1976.

A trilogia, que engloba U-Boat War, o posterior U-Bootfahrer, e Zu Tode Gesiegt, inclui mais de 5.000 instantâneo fotográfico tirados durante a Segunda Guerra Mundial. Também é o autor das novelas Die Festung e Der Abschied.

Buchheim criou o Buchheim Museum of Imagination, nas margens do Lago Starnberger, o qual contém uma importante colecção de grafismos e Pinturas Expressionistas alemãs, tal como um conjunto de curiosidades que vão desde quebra-nozes e fantoches de sombras Thai até manequins e animais de carrossel.

Morreu aos 89 anos, de falência cardíaca, em Starnberg, na Baviera.