Louis de Pointe du Lac

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Louis de Ponte du Lac é um dos personagens do livro Entrevista com o Vampiro, da coleção Crônicas Vampirescas, escrito por Anne Rice. O livro virou filme em Hollywood e Louis foi interpretado por Brad Pitt.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Louis Pointe du Lac é um personagem fictício criado pela escritora Anne Rice. No livro "Entrevista com o Vampiro", é contada a história de sua vida e Louis conta como se tornou um vampiro.

Nascido no século XVIII, estável financeiramente e bonito, vê seu mundo desmoronar com a morte de seu irmão, que após uma séria briga entre eles cai de uma escada. Louis se sente culpado. A partir deste episódio, envolvido em tristeza e dor, passa a viver de modo arriscado e sem futuro, esperando o mesmo destino de seu irmão, entregando-se a vícios e a uma vida dissoluta, enfim, sua vida era um convite aberto aos riscos. Convite que poderia ser aceito por qualquer um, mas foi aceito por Lestat, o vampiro herói e vilão das crônicas vampirescas, o mais atraente e sedutor (e um demônio inconseqüente e irresponsavel aos olhos de Louis), que faz dele um vampiro. Louis nunca se acostumou a matar e tem respeito pela vida e se recusa a tirar a vida humana, o que o leva a se alimentar do sangue de ratos e galinhas. Lestat vivia zombando dele por isso, até o dia em que Louis encontrou Claudia em um quarto, abraçada ao cadáver da mãe e não resistiu e a mordeu. Quis então deixar de viver com Lestat, acreditando tê-la matado, mas eis então que Lestat acorda a menina e transforma em vampiro, como um presente para Louis.

Cláudia e ele se tornam grandes amigos e ela, mais tarde, tenta matar Lestat por culpá-lo pelo fato de que jamais se tornaria adulta. Logo após esse quase assassinato, eles se mudam para Paris, onde encontram uma congregação de vampiros liderados por Armand, um vampiro sedutor e sábio que atrai a atenção de Louis e o ciúme de Claudia. Armand vê em Louis a mesma oportunidade que Lestat viu, a de se inserir no mundo atual em que Louis vivia (Sinuê). Os suditos de Armand porém, não suportavam não saber onde estava o criador dos dois, e tinham certeza que ambos haviam matado quem os criou, o que para eles é um crime. Acabam por matar Cláudia, o que causou a Louis um desejo de vingança incontrolável. Depois de se vingar, Louis voltou para Nova Orleans. No livro fica evidente a constante busca de Louis pelas origens dos vampiros, do conhecimento de si, de sua natureza e suas reflexões morais religiosas e éticas. Louis aparece em raros episódios das crônicas vampirescas após o livro "Entrevista com o Vampiro".