Love Affair (1994)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Love Affair
O Amor da Minha Vida (PT)
Segredos do Coração (BR)
 Estados Unidos
1994 • cor • 108 min 
Direção Glenn Gordon Caron[1]
Produção Warren Beatty
Roteiro Robert Towne
Warren Beatty
Mildred Cram (história)
Leo McCarey (história)
baseado no filme Love Affair escrito por Delmer Daves e Donald Ogden Stewart
Elenco Warren Beatty
Annette Bening
Katharine Hepburn
Pierce Brosnan
Garry Shandling
Chloe Webb
Kate Capshaw
Gênero comédia dramática
Idioma inglês
Música Ennio Morricone
Cinematografia Conrad L. Hall
Edição Robert C. Jones
Distribuição Warner Bros.
Lançamento Estados Unidos 21 de outubro de 1994
Portugal 17 de março de 1995
Orçamento US$ 60,000,000[2]
Receita US$ 18,272,894[2]
Página no IMDb (em inglês)

Love Affair (br: Segredos do Coração / pt: O Amor da Minha Vida) é um filme estadunidense de 1994 do gênero drama romântico e dirigido por Glenn Gordon Caron. Refilmagem de Love Affair de 1939 estrelado por Irene Dunne e Charles Boyer e também de An Affair to Remember com Deborah Kerr e Cary Grant. Roteiro de Robert Towne e Warren Beatty, baseado no roteiro do filme de 1939 de Delmer Daves e Donald Ogden Stewart, baseado na história de Mildred Cram e Leo McCarey. A trilha sonora foi de Ennio Morricone e a direção de fotografia Conrad L. Hall.

O filme é estrelado por Beatty, Annette Bening e Katharine Hepburn, em seu último papel no cinema, com Garry Shandling, Chloe Webb, Pierce Brosnan, Kate Capshaw, Paul Mazursky e Brenda Vaccaro.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Mike e Terry se conhecem em uma viagem e se apaixonam perdidamente, mas estão envolvidos com outras pessoas.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Antecedentes e produção[editar | editar código-fonte]

O filme é uma refilmagem de 1939 do filme Love Affair com Charles Boyer e Irene Dunne e do filme de 1957 An Affair to Remember, com Cary Grant e Deborah Kerr, ambos dirigidos por Leo McCarey. O nome do personagem de Terry McKay permaneceu a mesma em todos os três filmes, enquanto um diferente foi escolhido para cada um dos três principais homens.

Love Affair foi a primeira aparição na tela grande de Hepburn em quase 10 anos (embora ela tinha feito vários filmes para a TV neste momento) e marcou sua última aparição no cinema. Que inclui a única vez que ela disse a palavra "fuck" na tela. Beatty convidou pessoalmente Hepburn então com 86 anos para aparecer no filme. Ele alugou uma casa para ela em Los Angeles e teve seu dermatologista, mas ela não deu uma resposta definitiva até o dia de filmagens. Luise Rainer também foi considerado para o papel.[3]

As filmagens ocorreram em Nova York, Los Angeles e nas ilhas de Taiti e Moorea na Polinésia Francesa.

Recepção[editar | editar código-fonte]

O remake não foi sucesso nem de crítica nem de público. O filme arrecadou sombrios 18 milhões de dólares no mercado interno, para um orçamento de 60 milhões de dólares Erro de citação: Código <ref> inválido; refs sem conteúdo devem ter um parâmetro de nome e obteve uma classificação de 31% no Rotten Tomatoes. O filme foi indicado para um prêmio Framboesa de Ouro, na categoria Pior Remake ou Sequência.[4]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]