Luís Dourdil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O pintor Luis Dourdil

Luis César Pena Dourdil Dinis, conhecido como Luis Dourdil (Coimbra, 8 de Novembro de 1914 - Lisboa, 1989) foi um pintor, artista gráfico, desenhador e muralista autodidacta português[1]

Trabalho[editar | editar código-fonte]

Como muralista[editar | editar código-fonte]

Em 1945 realizou mural de 25m² no hall do Laboratório Sanitas (actualmente no Museu da Farmácia/ANF). Ainda em 1945 executou pintura mural no Foyer de Honra do Cinema Império 16m² e em 1955 executou pintura mural de 48m² no Cinema Império (actual "Café Império") e Restaurante panorânimo do Monsanto(50m²) em 1967.

Como pintor[editar | editar código-fonte]

Luis iniciou sua carreia no figurativismo, e evoluiu depois para representações que o combinam com o abstraccionismo.[2]

Como desenhista[editar | editar código-fonte]

Em 1966, foi o criador do selo de correio comemorativo do 2º centenário de nascimento de Bocage, selo que circulou até 1973.

Exposições[editar | editar código-fonte]

Desde 1935, Luís esteve presente nas seguintes exposições:

  • 3º, 4º e 6º Salões de Arte Moderna, SNBA (respectivamente em 1960, 1961 e 1963);
  • Salão de Desenho e Gravura, SNBA, em 1964 e 65;
  • "Pintores Figurativos em 5 Colecções", SNBA, decorrente do inventário de colecções particulares de pintura portuguesa da Fundação Calouste Gulbenkian (1969);
  • "Lisboa na Obra dos Artistas Contemporâneos", Câmara Municipal de Lisboa, 1971.
  • "Exposição 73", SNBA, 1975;
  • "Expo-AICA 74", SNBA, 1975;
  • "Figuração-Hoje?", SNBA, 1975;
  • "Mitologias locais", SNBA, 1977;
  • "A Gaveta do Artista II", SNBA, 1986;
  • Bienais Internacionais de Arte de Vila Nova de Cerdeira (1979 e 1981);
  • "27º Aniversário da Fundação Gulbenkian", Centro de Arte Moderna (1983);
  • Pintura Portuguesa Galeria Almada Negreiros, Lisboa (1985);
  • 50ºAniversário da Vida Literária de Fernando Namora Casino Estoril (1988);
  • "Arte Portuguesa-Cascais-88".
  • "Arte Moderna Portuguesa", Lund, Suécia (1976);[3]
  • "Arte Portuguesa Contemporânea" em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro (1976);[1] [3]
  • "Exposição de Pintura e Escultura Contemporâneas", Madrid (1977);[3]
  • Bienal Ibero-Americana de Desenho, Cidade do México (1980).[3]

Cargos e Prémios[editar | editar código-fonte]

Ocupou cargos directivos na Sociedade Nacional de Belas Artes (1957-1963). Prémio de Desenho da Casa da Imprensa Lisboa (1965) e 1º prémio de Pintura (Secretaria de Estado da Cultura), na exposição de homenagem dos artistas portugueses a Almada Negreiros (1984).

Referências

  1. a b Luís Dourdil pitoresco.com (2011 [última atualização]). Visitado em 20 setembro 2011.
  2. Luis Dourdil galeriasete.com (2011 [última atualização]). Visitado em 20 setembro 2011.
  3. a b c d Neves, Isménia (2011 [última atualização]). Luís Dourdil cm-lisboa.pt. Visitado em 20 setembro 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]