Luan Michel de Louzã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luan
Luan
Informações pessoais
Nome completo Luan Michel Louzã
Data de nasc. 21 de Setembro de 1988 (25 anos)
Local de nasc. Araras, SP, Brasil Brasil
Altura 1,86 m[1]
Em dúvida
Apelido Luandowski, Luanel Messi,
Péluan, Luartilheiro
Informações profissionais
Clube atual =Emirados Árabes Unidos Al Sharjah
Número TBA
Posição Atacante
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2008
20082009
20092010
2010
20132014
2014
Brasil União São João
Brasil São Caetano
França Toulouse
Brasil Palmeiras
Brasil Cruzeiro (emp.)
=Emirados Árabes Unidos Al Sharjah (emp.)
0000 0000(0)
0019 0000(6)
0014 0000(1)
0115 000(23)
0029 0000(5)
000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 9 de abril de 2014.

Luan Michel Louza, mais conhecido como Luan (Araras, 21 de Setembro de 1988), é um futebolista brasileiro que atua como atacante e lateral esquerdo. Atualmente, joga no Al Sharjah

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início da Carreira[editar | editar código-fonte]

Depois de iniciar a carreira profissional em 2007 no União São João, Luan jogou pelo São Caetano entre 2008 e 2010, quando foi vendido ao Toulouse, da França. No mesmo ano, foi emprestado pela equipe francesa ao Palmeiras, inicialmente até o segundo semestre de 2011.[2]

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

2011[editar | editar código-fonte]

Em 2011, Luan foi um dos jogadores mais criticados pela torcida pela falta de gols, já que era um atacante. Porém, Luan ajudava na marcação e era peça importante na tática do técnico Felipão.[3]

A partida em que foi mais criticado foi na derrota para o Coritiba por 6 a 0 na Copa do Brasil. Os muros do Palestra Itália foram pichados com protestos que eram diretamente contra Luan e Rivaldo e uma especie de garrafa incendiaria foi jogada em seu carro, mas apenas quebrou o vidro.[4]

Luan voltou a marcar no Brasileirão e seus gols foram importantes, tanto em vitórias ou empates no campeonato. Um exemplo foi na goleada sobre o Avaí no Canindé por 5 a 0, em que marcou dois gols, que levou o Palmeiras à vice-liderança da competição.[5]

Mesmo assim, continuou a ser questionado pela torcida, que, de brincadeira, o apelidou de Luanel Messi, principalmente no twitter. Luanel Messi é paródia ao craque argentino Lionel Messi.[6]

Em 2 de agosto de 2011, o Palmeiras adquiriu 100% dos direitos federativos de Luan, e assinou novo contrato até o meio de 2016.[7]

2012[editar | editar código-fonte]

Em 2012, Luan foi campeão pelo alviverde da Copa do Brasil de 2012, que marcou a primeira conquista nacional do Palmeiras em 12 anos. Na decisão, disputada contra o Coritiba, o atacante jogou o final da partida contundido e mancando, já que a equipe já havia feito as três substituições possíveis. Tal atitude foi reconhecida pela torcida alviverde como um feito de garra do jogador[8] . Fez, no entanto, no mesmo ano, parte do elenco que rebaixou o Palmeiras para a Série B do Campeonato Brasileiro[9] .

2013[editar | editar código-fonte]

Estreou em 2013 com o Palmeiras no jogo contra o Bragantino em 20 de janeiro, em um empate por 0 a 0, no Estádio do Pacaembu, válido pelo Campeonato Paulista[10] [11] . Na ocasião, foi bastante vaiado pela torcida e não descartou abandonar o clube. Na rodada seguinte, contra o Oeste, em 23 de janeiro, Luan, apesar de ter anotado um dos gols da vitória palmeirense por 3 a 1, foi novamente vítima da insatisfação dos torcedores, que, mais uma vez, vaiaram-no. O jogador, no entanto, ao ser questionado pelos repórteres, apenas exaltou o triunfo alviverde.[12] Marcou um gol em 27 de janeiro, aos 44 minutos do segunto tempo contra o Penapolense mas sua equipe acabou perdendo o jogo por 3 a 2.[13]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Não aguentando mais ser hostilizado no Palmeiras, Luan pediu para ser negociado. Depois de ter se aproximado do Internacional[14] , o atacante acabou fechando com o Cruzeiro, que cederá aos paulistas os volantes Marcelo Oliveira e Charles. Já em Belo Horizonte contribuiu na campanha do título brasileiro fazendo 3 gols na vitória sobre o São Paulo, que colocou o time na liderança do campeonato. Foi Campeão Brasileiro (2013) e Campeão Mineiro (2014) e no time celeste também, Luan foi utilizado como lateral esquerdo pelo treinador Marcelo Oliveira.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Brasil Palmeiras
Brasil Cruzeiro

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.