Lucie Silvas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lucie Silvas
Lucie Silvas.jpg
Informação geral
Nome completo Lucie Joanne Silverman
Nascimento 4 de Setembro de 1977 (37 anos)
Origem Londres
País  Inglaterra
Gênero(s) Pop, R&B
Instrumento(s) Vocal e piano
Período em atividade 1997-Presente
Gravadora(s) Chrysalis Records (2000)
Mercury Records (2003-2007)
Página oficial www.LucieSilvas.com

Lucie Silvas é o nome artístico de Lucie Joanne Silverman (Londres, 4 de Setembro de 1977) é uma cantora e compositora britânica.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Lucie nasceu no seio de uma família judaica liberal em Kingston-upon-Thames, Londres. Seus pais eram grandes amantes de música, tendo Lucie afirmado que a sua mãe Isabella, uma cantora de ópera, a inspirou na sua carreira.

Lucie viveu em Londres até aos dois anos de idade, mudando-se para Auckland, na Nova Zelândia, uma vez que o seu pai encontrou uma casa à venda, ao lado de um campo de golfe. Na Nova Zelândia, foi membro de Habonim e esteve envolvida noutros movimentos judaicos.

Aos 13 anos, mudou-se novamente para Thames Ditton, Kingston-upon-Thames (Inglaterra). Intrigada com o Judaísmo, ela logo se tornou membro do Wimbledon District Synagogue Choir. Quando tinha 14 anos, participou numa competição, o Jewish Care Young Performer, conseguindo um 3º lugar. Participou ainda no Surbiton High School for Girls.

Em 2000, foi reconhecida pela Chrysalis Records e foi-lhe oferecido um contrato para a gravação de um cd. Em Maio, lança o seu single de estreia, It's Too Late, onde apenas alcançou um 62º lugar nos charts. Tinha ainda previsto o lançamento do seu primeiro álbum, Forget Me Not. Pouco depois, a Lucie deixou a Chrysalis.

Em 2001, a Chrysalis Records contactou-a novamente, desta vez para escrever algumas canções. Ela assinou um contrato com uma editora e apesar de estar sem uma editora para lançar as suas canções, ela continuou a escrever. Teve músicas gravadas e lançadas por vários artistas britânicos, incluindo Sarah Whatmore, Gareth Gates, Rachel Stevens e Liberty X.

Em 2003, a Lucie assinou com a Mercury Records, e gravou o seu segundo álbum, Breathe In, o que viria a ser sua estreia oficial em produções do Mike Peden. Grande parte de Breathe In foi co-escrito por Judie Tzuke, para quem a Lucie prestou apoio vocal durante muitos anos. A BBC Radio 2 encomendou um espectáculo de rádio para acompanhar a Lucie, apoiando a sua carreira.

O primeiro single do álbum, What You're Made Of, entrou para o chart oficial inglês no 7º lugar, e algumas semanas depois o seu álbum de estreia atingiu o 11º posto. Seguiram-se aparições na televisão em "Ivor Novello", tributo a Elton John e "All Time Greatest Love Songs" com Ronan Keating. Lucie lançou então o seu segundo álbum, Breathe In, que se estreou em 6º lugar. A canção também entrou na trilha internacional da novela Como Uma Onda, exibida pela Rede Globo em 2004.

De seguida, lançou mais singles: The Game Is Won, Don't Look Back e re-lançou Forget Me Not (respectivamente 38º, 34º e 76º lugares nos charts).

Na sequência do lançamento da "Breathe No" na Grã-Bretanha, Lucie levou a sua música ao resto da Europa, incluindo a Alemanha e a Holanda, onde alcançou críticas muito favoráveis e lançou Nothing Else Matters, um cover de uma canção dos Metallica. Breathe In foi relançado na Holanda com uma edição especial de dois CD’s.

Voltou a relançar What You're Made Of, agora em duetos espanhol e francês, respectivamente com Antonio Orozco e Grégory Lemarchal. Uma versão especial da canção, juntamente com a Metropole Orchestra, foi lançada na Holanda. Em 2003, protagonizou um dueto com a cantora espanhola Natalia Rodríguez, numa canção intitulada This Time. Em 2004, escreveu o primeiro single do terceiro álbum da Natalia, Sombras.

Lucie embarcou na sua segunda tournée britânica em Novembro de 2005, depois de Breathe In ter atingido a platina no Reino Unido. Continuou a escrever durante este tempo, colaborando com o escritor aclamado pela crítica, Eg White, com quem ela escreveu o single Who Am I para Will Young.

O segundo álbum estúdio da Lucie Silvas, The Same Side, foi gravado em 2006. Foi lançado em Outubro desse ano na Holanda e em Março de 2007 no Reino Unido e no resto da Europa. O primeiro single lançado no Reino Unido, Last Year, foi estreado na BBC Rádio 2 em Agosto de 2006, e o dueto com Marco Borsato, "Everytime I Think of You ", foi o primeiro single lançado na Holanda.

The Same Side foi produzido por Danton Supple, que também produziu X&Y dos Coldplay. Na Holanda, "Everytime I Think Of You" alcançou o 35º posto nos charts de downloads. Tornou-se seu primeiro single de Silvas a atingir o 1º lugar na Holanda.

O segundo single escolhido foi Sinking In, uma canção Pop/Rock lançada a 5 de Março de 2007 no Reino Unido e na Irlanda, estando apenas disponível para download, o que não despertou grande interesse, e como consequência não entrou nos charts.

O álbum atingiu o #62 no Reino Unido, na sua primeira semana, tendo vendido logo aí 8000 cópias. Na segunda semana, o álbum saiu do Top 100, vendendo apenas 2000 exemplares. Um DVD de The Same Side foi lançado na Holanda.

Last Year foi o primeiro single no Reino Unido, alcançando o 79º lugar neste país, e ainda o 114º na Irlanda. Na sequência deste revés, a Mercury Records decidiu adiar o lançamento de um novo álbum no Reino Unido, que tinha sido agendado para Outubro de 2006. Acabou por ser re-marcado para 12 de Março de 2007.

Lucie tem passados os últimos meses a trabalhar numa nova canção em Nashville, assim como em estúdios no Reino Unido, para um potencial terceiro álbum (ainda não confirmado). Vários demos foram lançados em vários websites assim como na página oficial do Myspace da cantora.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Posição no Chart Indústria Fonográfica Britânica MegaCharts - Holanda Promusicae Vendas Mundiais
R.U. HOL ESP AUT FRA
2000 Forget Me Not Não Lançado - - -
2004 Breathe In 11 1 7 13 50 Platina
(300,000)
Platina
(70,000)
Platina
(100,000)
600,000+
2006 The Same Side 62 5 31 - - -
(30,000)
Ouro
(40,000)
-
(30,000)
100,000+

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Single Álbum Posição no Chart
R.U. IRL HOL BÉL ESP SUI ALE FRA AUT SUÉ EUR
2000 "It's Too Late" Forget Me Not 62 - - - - - - - - - -
2004 "What You're Made Of" Breathe In 7 19 23 - 12 46 73 - 22 21 27
2005 "Breathe In" Breathe In 6 34 41 - 16 - 86 - - - 39
2005 "The Game Is Won" Breathe In 38 - - - - - - - - - -
2005 "Don't Look Back" Breathe In 34 48 - - - - - - - - -
2005 "Forget Me Not" (Re-lançamento) Breathe In 76 - 48 - - - - - - - -
2006 "Nothing Else Matters" Breathe In - - 13 - 1 - 38 - - - 160
2006 "Même Si (What You're Made Of)" (com Grégory Lemarchal) - - - - - 26 - 2 - - 21
2006 "What You're Made Of" (Castelhano) (com Antonio Orozco) - - - - 1 - - - - - -
2006 "Everytime I Think of You" (com Marco Borsato) The Same Side (Only Netherlands) - - 1 (5) 5 - - - - - - 88
2006 "Last Year" The Same Side 79 114 66 - 12 - - - - - -
2006 "The Only Ones" (com Reamonn) Wish (Re-Issue) - - - - - 37 23 - 26 - 96
2007 "Sinking In" The Same Side - - - - - - - - - - -

Composições para outros cantores[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]