Ludvig Holberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde Setembro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ludvig Holberg

Escritor e erudito dinamarquês (Bergen, 3 de Dezembro de 1684 - Copenhague, 27 de Janeiro de 1754).

De 1702 a 1704, estudou teologia na Universidade de Copenhague. Em 1704, decide viajar e conhece a Holanda, a Inglaterra e depois a Alemanha, cuja vida literária lhe agradou muito menos que a inglesa.

Sua Introdução à história dos Estados da Europa, de 1711 - o primeiro ensaio dinamarquês de uma história universal - valeu-lhe reconhecimento acadêmico. Passou o inverno de 1715/16 em Roma e escreveu a respeito uma espístola latina. Em 1717 foi nomeado professor (de metafísica, depois de eloqüência e finalmente de história) da Universidade de Copenhague. Iniciou-se também na poesia com o poema cômico Peder Paars (1719/20), no qual é sensível a influência de Cervantes.

Escreveu também comédias (cerca de trinta entre 1722 e 1726), inspiradas em Molière e na Comédia dell'Arte (entre estas, Jeppe de Bjerget, Erasmo Montanus e O atarefado).

São notáveis suas epístolas latinas de conteúdo autobiográfico e o romance fantástico Viagem subterrânea de Nicola Klim, de 1741.

Entre suas obras de tema histórico estão: A Dinamarca e a Noruega descritas, de 1729 e História do reino da Dinamarca (1732/35).