Ludwig Geiger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ludwig Geiger (Breslau, 5 de Junho de 1848Berlim, 9 de Fevereiro de 1919), foi um historiador judaico-alemão.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ludwig era filho do rabino Abraham Geiger. Fez seus primeiros estudos em Heidelberg, Göttingen e Bonn, tornando-se doutor em História em Berlim, no ano de 1873, sendo ali nomeado para a cátedra de História Moderna em 1880.

Seus estudos foram concentrados especialmente no período do Humanismo, realizando estudos sobre personalidades como Nikolaus Ellenbog, Johann Reuchlin, Petrarca, etc.

Em 1871 defendeu que a raça ariana seria originária da Europa Central, uma das idéias equivocadas que vieram, no século XX, a desenvolver-se na teoria nazista de superioridade racial.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Principais obras:

  • Das Studium der hebräischen Sprache in Deutschland vom Ende des 15ten bis zur Mitte des 16ten Jahrhunderts (1870)
  • Geschichte der Juden in Berlin (1871);
  • Vorträge und Versuche (1890);
  • Berlin, 1688-1840 (1893-95);
  • Das junge Deutschland und die preussische Zensur (1900);
  • Bettina von Arnim und Friedrich Wilhelm IV (1902);
  • Aus Chamissos Frühzeit (1905);
  • Goethe und Zelters Briefwechsel (1905);
  • Chamissos Leben (1907);
  • Chamissos Werke (1907);
  • Der Briefwechsel Goethes mit Humboldt (1908);
  • Charlotte von Schiller (1908).
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.