Luis Fernández de Córdoba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luis Fernández de Córdoba.

Luis Fernández Córdoba (San Fernado, Cádiz, 2 de agosto de 1798Lisboa, 22 de abril de 1840) foi um militar e político espanhol.

De marcante tendência absolutista durante o reinado de Fernando VII, se sublevou contra o governo durante o Triênio Liberal, o que o obrigou, depois de fracassar, a fugir para a França.

Apoiou ao rei na reinstauração do absolutismo regressando à península com a expedição dos Cem mil filhos de São Luis, encabeçada pelo duque de Angulema, em 1823. Posteriormente foi embaixador da Espanha em Paris, Lisboa e Berlim.

Voltou à Espanha, com a morte do rei, para apoiar Isabel II durante a Primeira Guerra Carlista contra o pretendente Carlos María Isidro de Borbón, chegando a se Chefe do Exército do Norte. Apoiou o estabelecimento do Estatuto real de 1834.

Quando a regente María Cristina de Borbón se viu forçada a recuperar a Constituição Liberal Gaditana de 1812, tratou de organizar uma sublevação dos quartéis de Sevilha, mas fracassou, devendo fugir a Portugal em 1838, falecendo dois anos depois.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.