Luiz Eduardo Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Luiz Eduardo de Oliveira (Rio de Janeiro) conhecido pela alcunha de Leo, é um autor de histórias em quadrinhos franco-brasileiro.


Biografia[editar | editar código-fonte]

Publicou uma história pela primeira vez na revista O Bicho, editada na década de 70. Leo relata, numa entrevista cedida à revista Wizmania, não ter recebido pagamento por esta história. Ainda nos anos 70, se mudou para a Argentina, onde conheceu o trabalho dos artistas locais de quadrinhos. Depois migrou para a França, onde se estabeleceu definitivamente.

Inicia sua carreira como desenhista em 1991, com a publicação de Trent, história escrita pelo roteirista Rodolphe. Trent conta as aventuras de um integrante da polícia montada canadense no início do século XX. Esta série durou oito volumes, publicados entre 1991 e 2000. Em 1993, inicia uma série autoral chamada Lês Mondes d’Aldebaran, composta pelos arcos Aldebaran, Betelgeuse e Antares. Esta saga ainda não foi encerrada, e o primeiro arco de histórias foi publicado no Brasil pela Editora Panini.

Leo também criou, como roteirista, a série Dexter London. De tom mais leve e humorístico, Dexter London é desenhada pelo artista espanhol Sergio Garcia. Foram lançados 3 álbuns, contando a história completa. Em 2001, é lançada Kenya, escrita por Leo em parceria com Rodolphe. São previstos cinco álbuns, sendo que quatro foram lançados até o momento.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Biografia no site da Dargaud