Luke Skywalker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luke Skywalker
Personagem de Star Wars
Nascimento Polis Massa (criado em Tatooine),
Falecimento {{{falecimento}}}
Espécie ser humano
Cabelo Louro
Olhos Azuis
Actividade(s) {{{atividade}}}
Afiliações Ordem Jedi, Aliança Rebelde
Armas Sabre de Luz Azul (Episódios IV e V) e Verde (Episódio VI)
Interpretado por Mark Hamill
Veículos X-Wing
Projecto Cinema  · Portal Cinema

Luke Skywalker é um personagem fictício na trilogia original do universo de Star Wars. É interpretado pelo ator norte-americano Mark Hamill. Uma figura importante na luta da Aliança Rebelde contra o Império Galáctico, ele é o irmão gêmeo da líder rebelde Princesa Leia Organa de Alderaan, é amigo do mercenário Han Solo, aprendiz do Mestre Jedi Obi-Wan "Ben" Kenobi, e o filho do Jedi caído Darth Vader (Anakin Skywalker) e da Rainha de Naboo/Senadora da República Padmé Amidala. O Universo Expandido o descreve como um poderoso Mestre Jedi e, eventualmente, o Grão-Mestre da Nova Ordem Jedi, pai de Ben Skywalker, o tio materno de Jacen Solo, e antepassado de Cade Skywalker.

Em 2008, o personagem foi escolhido pela revista Empire como o 54º maior personagem de filmes de todos os tempos.[1] Em sua lista dos 100 Maiores Personagens de Ficção, a Fandomania.com classificou Luke na 14ª posição.[2]

Conceito e criação[editar | editar código-fonte]

Luke Skywalker foi inicialmente chamado de "Annikkin Starkiller", e passou por várias mudanças de design. O personagem estava em um ponto projetado como um herói grisalho de guerra de 60 anos de idade, e mais tarde como um Mestre Jedi, e também como uma mulher.[3] [4]

Aparições[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A Vingança dos Sith[editar | editar código-fonte]

Depois que sua mãe, Padmé Amidala morre no parto e seu pai, Anakin Skywalker, vira Darth Vader e vai para o Lado Sombrio da Força, o pequeno Luke é separado de sua irmã gêmea, Leia, a fim de evitar que Vader saiba que seus filhos estão vivos. Obi-Wan Kenobi o leva para viver com seus tios, Beru e Owen Lars, no planeta Tatooine.

Uma Nova Esperança[editar | editar código-fonte]

Dezenove anos depois, Luke compra dois dróides, R2-D2 e C-3PO, o primeiro lhe mostra uma mensagem holográfica da Princesa Leia,por quem se apaixona, destinada à Obi-Wan Kenobi e Luke se lembra do ermitão Ben Kenobi (na realidade é Obi-Wan Kenobi), que mora nas montanhas.

Ao visitar Ben, descobre que seu pai, Anakin Skywalker, foi um cavaleiro Jedi e que foi morto pelo terrível Darth Vader. No começo, Luke não queria se unir à Obi-Wan para resgatar Leia, mas quando seus tios são mortos pelos soldados imperiais, aceita acompanhá-lo e recebe o sabre de luz de Anakin (retirado deste no final do Episódio III, após o confronto entre Anakin e Obi-Wan), para começar o próprio treinamento Jedi.

Para contactar Leia, Luke e Obi-Wan contratam o piloto Han Solo, e vão a bordo da nave Millenium Falcon. Mas ao tentar chegar ao planeta de Leia, a Estrela da Morte, uma estação espacial de enorme poder, o destrói. A Estrela da Morte ainda captura a nave com seu "raio trator", e lá dentro, Luke e Han resolvem salvar Leia, enquanto Obi-Wan vai desligar o raio trator. Quando estão prestes a fugir, Darth Vader luta com Obi-Wan Kenobi e ele desaparece indo para a força. Mais tarde, Luke se une à Aliança Rebelde, e vai com o esquadrão X-Wing para destruir a Estrela da Morte e conseguem, mas com muitas perdas.

O Império Contra-Ataca[editar | editar código-fonte]

Três anos depois, a Aliança Rebelde mudou-se para o planeta gelado Hoth. E lá, Luke é atacado por um monstro do gelo, o Wampa (cena criada para justificar as alterações no rosto do ator Mark Hamill, que sofrera um acidente de carro). Mais tarde, recuperado e lutando contra o Império, que descobrira a base, Luke recebe uma mensagem do espírito de Obi-Wan: Deve ir para o planeta Dagobah terminar seu treinamento Jedi com Mestre Yoda.

Então, quando os rebeldes se espalham, Luke e R2-D2 vão para Dagobah. Lá ele aperfeiçoa-se nas artes Jedi com a ajuda de Yoda, até ter uma visão, que mostrou seus amigos em perigo.

Luke vai para o planeta Bespin, onde enfrenta Darth Vader, no duelo, Vader decepa sua mão direita e diz que é o pai de Luke, Anakin Skywalker. Luke recusa-se a acreditar e quando Vader o tenta levá-lo para o Lado Sombrio da Força, ele se joga num buraco. E, lá em baixo, é resgatado por Leia na Millenium Falcon. O filme acaba com Luke recebendo uma mão biônica.

O Retorno de Jedi[editar | editar código-fonte]

Em O Império Contra-Ataca, Han Solo fora congelado e levado para o asqueroso gângster Jabba the Hutt, seu credor, em Tatooine. Um ano depois, Luke e Leia vão salvá-lo. Após o resgate, Luke volta á Dagobah. Lá, Yoda confirma o fato de que Darth Vader é Anakin Skywalker e diz que o treinamento de Luke acabou, mas ele ainda não é um Jedi, e morre, com suas últimas palavras sendo: "Existe outro Skywalker".

O espírito de Obi-Wan aparece para Luke e diz que ele terá de enfrentar Vader de novo. Ao perguntar á Obi-Wan sobre "o outro Skywalker" que Yoda falara, ele revela que tem uma irmã gêmea, Leia.

A seguir, Luke recebe a missão de ir com Leia e Han Solo até a lua florestal de Endor, para desligar o escudo da nova Estrela da Morte. Se perdem e são orientados pelos pequenos Ewoks. Então Luke resolve se entregar ao Império para falar com seu pai e dizer que ainda há um pouco de bondade nele, o que Vader nega.

Luke é levado ao Imperador, que o tenta levar para o Lado Negro e mostra-lhe as forças imperiais destruindo as naves rebeldes. Quando Luke vai atacar o Imperador com seu sabre verde (que ele havia feito), Darth Vader coloca seu sabre-de-luz no caminho, e começa outra luta. Por meio de telepatia, Vader descobre sobre a irmã de Luke e diz que vai trazê-la ao Lado Negro já que ele não irá. Luke então aparece e corta a mão direita de Vader. Ao ver que ele cortara a mão de seu pai, assim como seu pai fizera em O Império Contra-Ataca, percebe que está ficando igual a ele.

O Imperador aparece, e Luke se declara um Jedi, assim como seu pai fora, imune ao Lado Negro. Em fúria, o Imperador solta raios. Darth Vader, ao ver seu filho agonizando com os ataques, antes do Imperador matar Luke, com seu braço restante joga o Imperador no reator da Estrela da Morte, matando-o. Vader pede para Luke tirar sua máscara, e diz antes de morrer: "Diga… à sua irmã… que você estava certo" (sobre sua bondade).

Luke pega uma nave e leva o corpo de Darth Vader para Endor, pouco antes da Estrela da Morte ser destruída. Em um funeral Jedi, queima o corpo do pai, que se tornou um espírito da Força, aparecendo ao lado de Obi-Wan e Yoda.

No Universo Expandido[editar | editar código-fonte]

Luke agora é um grande líder da Nova República e muito respeitado. Ele vai para Yavin 4 e abre uma Academia Jedi. Cria novas regras e faz modificações nas antigas regras que descobrira. Um exemplo de modificação é que os Jedi agora poderiam se casar e ter filhos. Muitas pessoas entram para a Academia. Uma dessas pessoas é o jovem mercenário Kyle Katarn, que mais tarde se tornaria um grande jedi e grande amigo de Luke. Sua irmã, Leia, entra para a Academia para ser treinada. Mais tarde, seus filhos, sobrinhos de Luke, Jacen, Jaina e Anakin Solo também entrariam lá.

Algumas pessoas que trabalhavam para o Império tentam reavivá-lo e passam a se chamar os Imperial Remnants (Remanescentes Imperiais). Uma mulher que trabalhava para o Imperador, Mara Jade, recebe por telepatia, assim que o Imperador morre, a missão de matar Luke Skywalker. Ela vai atrás dele e após vários combates, eles se apaixonam. Luke percebe que ela é sensitiva à Força e começa a treiná-la. Estão cada vez mais apaixonados e acabam por se casar. A Academia passa a ser em Coruscant. Luke e Mara têm um filho, à quem Luke dá o nome de Ben Skywalker, em homenagem a Ben Kenobi.

Luke prossegue treinando jedi até que há a invasão dos Yuuzhan Vong, um povo hostil de outra galáxia e que não pode ser sentido pela Força. Luke decide unir-se ao Império, formando a Aliança Galáctica para lutar contra os invasores. Apos a derrota dos invasores, a galáxia fica salva e até agora, Luke está idoso e não há novos dados no Universo Expandido. Seu pai aparece para ele e fala: - "Muito bem filho, você se tornou o que seu pai sempre quis ser, um bom homem". Então, ele desapareceu e não voltou mais.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Representações[editar | editar código-fonte]

Mark Hamill.

Luke Skywalker foi retratado por pelo menos quatro atores diferentes. Na trilogia original de filmes da série, o personagem foi interpretado pelo ator norte-americano Mark Hamill em Uma Nova Esperança (1977), O Império Contra-Ataca (1980) e Return of the Jedi (1983).[5]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Em 2008, Luke Skywalker foi selecionado pela revista Empire como o 54° maior personagem do filme de todos os tempos.[1] Luke também foi votado na lista 100 Years...100 Heroes & Villains da American Film Institute.[6] Em sua lista dos 100 Maiores Personagens de Ficção, a Fandomania.com classificou Luke na 14ª posição.[2] A IGN listou Luke na quarta posição em sua lista de personagens de Star Wars,[7] e ele foi escolhido duas vezes pelos leitores da revista como um de seus personagens favoritos de série.[8] [9] Jesse Schedeen da IGN também escolheu Luke Skywalker como um dos personagens que mais queria que aparecesse no Nintendo Wii,[10] bem como listado um de seus heróis favoritos de Star Wars.[11] Schedeen também listou o personagem como um dos personagens de Star Wars que eles queriam ver em Soulcalibur.[12] O IGN também chamou a luta entre Luke Skywalker e Darth Vader em O Retorno de Jedi de uma das "batalhas" finais em filmes.[13] Em uma reportagem sobre os discursos feitos pelo personagem, Todd Gilchrist da IGN disse que seu discurso favorito feito por Luke foi "Eu sou um Jedi, como meu pai foi antes de mim".[14]

UGO Networks listou Luke como um dos seus melhores heróis de todos os tempos,[15] e ele foi votado como um dos melhores personagens de Star Wars pelos leitores do site.[16] O inventor Dean Kamen também nomeou seu novo sistema de braço protético de "Luke", em homenagem ao personagem.[17]

Referências

  1. a b Empire's The 100 Greatest Movie Characters (em inglês) Empire. Visitado em 14 de junho de 2014.
  2. a b The 100 Greatest Fictional Characters (em inglês) Fandomania.com (14 de outubro de 2009). Visitado em 14 de junho de 2014.
  3. Neidigh, Erin. 5,100-question Mega-ultimate Star Wars Quiz Book (em ). Pittsburgh, PA: Dorrance Publishing, 2013. ISBN 1480908940.
  4. Glendening, Daniel (16 de junho de 2013). Starkiller Lights up His Lazersword in J.W. Rinzler's "The Star Wars" (em inglês) CBR. Visitado em 14 de junho de 2014.
  5. Duffles, Barbara (08 de dezembro de 2008). Por onde anda Mark Hamill, o Luke Skywalker? (em português) Globo.com EGO. Visitado em 15 de junho de 2014.
  6. AFI's 100 Years...100 Heroes and Villains Official Ballot (PDF) (em inglês) American Film Institute. Visitado em 14 de junho de 2014.
  7. IGN Countdown: 100 Greatest Star Wars Characters (em inglês) IGN NeoGAF (2010). Visitado em 14 de junho de 2014.
  8. Pirrello, Phil (18 de agosto de 2010). Who Is Your Favorite Star Wars Character? (em inglês) IGN. Visitado em 14 de junho de 2014.
  9. Schedeen, Jesse (06 de fevereiro de 2009). Star Wars: Your Favorite Characters (em inglês) IGN. Visitado em 14 de junho de 2014.
  10. Schedeen, Jesse (02 de fevereiro de 2009). Players Wanted: Characters We Want on the Wii (em inglês) IGN. Visitado em 14 de junho de 2014.
  11. Schedeen, Jesse (15 de agosto de 2008). Top 25 Star Wars Heroes: Day 5 (em inglês) IGN. Visitado em 14 de junho de 2014.
  12. Schedeen, Jesse (05 de agosto de 2008). Players Wanted: Soulcalibur's Star Wars Fighters (em inglês) IGN. Visitado em 14 de junho de 2014.
  13. Pirello, Phil; Collura, Scott; Schedeen, Jesse; Goldman, Eric; e Fowler, Matt (06 de dezembro de 2010). Ultimate Movie Boss Battles (em inglês) IGN. Visitado em 14 de junho de 2014.
  14. Gilchrist, Todd (07 de julho de 2006). Star Wars Speeches: Luke Skywalker IGN. Visitado em 14 de junho de 2014.
  15. UGO Team (21 de janeiro de 2010). Best Heroes of All Time (em inglês) UGO Networks. Visitado em 14 de junho de 2014.
  16. Rosenburg, Adam (25 de agosto de 2008). Star Wars Characters (em inglês) UGO Networks. Visitado em 14 de junho de 2014.
  17. Lawler, Richard (09 de maio de 2014). FDA approves a life-like prosthetic arm from the man who invented the Segway (em inglês) Engadget. Visitado em 14 de junho de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

{{Navbox |titlestyle = |groupstyle = |name = Star Wars |state = autocollapse |title = Star Wars |above =

| group1 = Filmes principais | list1 =