Luke Skywalker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Luke Skywalker
Personagem de Star Wars
Nascimento Polis Massa (criado em Tatooine),
Falecimento {{{falecimento}}}
Espécie ser humano
Cabelo Louro
Olhos Azuis
Actividade(s) {{{atividade}}}
Afiliações Ordem Jedi, Aliança Rebelde
Armas Sabre de Luz Azul (Episódios IV e V) e Verde (Episódio VI)
Interpretado por Mark Hamill
Veículos X-Wing
Projecto Cinema  · Portal Cinema

Luke Skywalker é um dos principais personagens da trilogia original de Star Wars (Guerra nas Estrelas), tendo aparecido em A Vingança dos Sith (ainda bebê), Uma Nova Esperança, O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi. Foi interpretado pelo ator americano Mark Hamill.

A Vingança dos Sith[editar | editar código-fonte]

Depois que sua mãe, Padmé Amidala morre no parto e seu pai, Anakin Skywalker, vira Darth Vader e vai para o Lado Sombrio da Força, o pequeno Luke é separado de sua irmã gêmea, Leia, a fim de evitar que Vader saiba que seus filhos estão vivos. Obi-Wan Kenobi o leva para viver com seus tios, Beru e Owen Lars, no planeta Tatooine.

Uma Nova Esperança[editar | editar código-fonte]

Dezenove anos depois, Luke compra dois dróides, R2-D2 e C-3PO, o primeiro lhe mostra uma mensagem holográfica da Princesa Leia,por quem se apaixona, destinada à Obi-Wan Kenobi e Luke se lembra do ermitão Ben Kenobi (na realidade é Obi-Wan Kenobi), que mora nas montanhas.

Ao visitar Ben, descobre que seu pai, Anakin Skywalker, foi um cavaleiro Jedi e que foi morto pelo terrível Darth Vader. No começo, Luke não queria se unir à Obi-Wan para resgatar Leia, mas quando seus tios são mortos pelos soldados imperiais, aceita acompanhá-lo e recebe o sabre de luz de Anakin (retirado deste no final do Episódio III, após o confronto entre Anakin e Obi-Wan), para começar o próprio treinamento Jedi.

Para contactar Leia, Luke e Obi-Wan contratam o piloto Han Solo, e vão a bordo da nave Millenium Falcon. Mas ao tentar chegar ao planeta de Leia, a Estrela da Morte, uma estação espacial de enorme poder, o destrói. A Estrela da Morte ainda captura a nave com seu "raio trator", e lá dentro, Luke e Han resolvem salvar Leia, enquanto Obi-Wan vai desligar o raio trator. Quando estão prestes a fugir, Darth Vader luta com Obi-Wan Kenobi e ele desaparece indo para a força. Mais tarde, Luke se une à Aliança Rebelde, e vai com o esquadrão X-Wing para destruir a Estrela da Morte e conseguem, mas com muitas perdas.

O Império Contra-Ataca[editar | editar código-fonte]

Três anos depois, a Aliança Rebelde mudou-se para o planeta gelado Hoth. E lá, Luke é atacado por um monstro do gelo, o Wampa (cena criada para justificar as alterações no rosto do ator Mark Hamill, que sofrera um acidente de carro). Mais tarde, recuperado e lutando contra o Império, que descobrira a base, Luke recebe uma mensagem do espírito de Obi-Wan: Deve ir para o planeta Dagobah terminar seu treinamento Jedi com Mestre Yoda.

Então, quando os rebeldes se espalham, Luke e R2-D2 vão para Dagobah. Lá ele aperfeiçoa-se nas artes Jedi com a ajuda de Yoda, até ter uma visão, que mostrou seus amigos em perigo.

Luke vai para o planeta Bespin, onde enfrenta Darth Vader, no duelo, Vader decepa sua mão direita e diz que é o pai de Luke, Anakin Skywalker. Luke recusa-se a acreditar e quando Vader o tenta levá-lo para o Lado Sombrio da Força, ele se joga num buraco. E, lá em baixo, é resgatado por Leia na Millenium Falcon. O filme acaba com Luke recebendo uma mão biônica.

O Retorno de Jedi[editar | editar código-fonte]

Em O Império Contra-Ataca, Han Solo fora congelado e levado para o asqueroso gângster Jabba the Hutt, seu credor, em Tatooine. Um ano depois, Luke e Leia vão salvá-lo. Após o resgate, Luke volta á Dagobah. Lá, Yoda confirma o fato de que Darth Vader é Anakin Skywalker e diz que o treinamento de Luke acabou, mas ele ainda não é um Jedi, e morre, com suas últimas palavras sendo: "Existe outro Skywalker".

O espírito de Obi-Wan aparece para Luke e diz que ele terá de enfrentar Vader de novo. Ao perguntar á Obi-Wan sobre "o outro Skywalker" que Yoda falara, ele revela que tem uma irmã gêmea, Leia.

A seguir, Luke recebe a missão de ir com Leia e Han Solo até a lua florestal de Endor, para desligar o escudo da nova Estrela da Morte. Se perdem e são orientados pelos pequenos Ewoks. Então Luke resolve se entregar ao Império para falar com seu pai e dizer que ainda há um pouco de bondade nele, o que Vader nega.

Luke é levado ao Imperador, que o tenta levar para o Lado Negro e mostra-lhe as forças imperiais destruindo as naves rebeldes. Quando Luke vai atacar o Imperador com seu sabre verde (que ele havia feito), Darth Vader coloca seu sabre-de-luz no caminho, e começa outra luta. Por meio de telepatia, Vader descobre sobre a irmã de Luke e diz que vai trazê-la ao Lado Negro já que ele não irá. Luke então aparece e corta a mão direita de Vader. Ao ver que ele cortara a mão de seu pai, assim como seu pai fizera em O Império Contra-Ataca, percebe que está ficando igual a ele.

O Imperador aparece, e Luke se declara um Jedi, assim como seu pai fora, imune ao Lado Negro. Em fúria, o Imperador solta raios. Darth Vader, ao ver seu filho agonizando com os ataques, antes do Imperador matar Luke, com seu braço restante joga o Imperador no reator da Estrela da Morte, matando-o. Vader pede para Luke tirar sua máscara, e diz antes de morrer: "Diga… à sua irmã… que você estava certo" (sobre sua bondade).

Luke pega uma nave e leva o corpo de Darth Vader para Endor, pouco antes da Estrela da Morte ser destruída. Em um funeral Jedi, queima o corpo do pai, que se tornou um espírito da Força, aparecendo ao lado de Obi-Wan e Yoda.

No Universo Expandido[editar | editar código-fonte]

Luke agora é um grande líder da Nova República e muito respeitado. Ele vai para Yavin 4 e abre uma Academia Jedi. Cria novas regras e faz modificações nas antigas regras que descobrira. Um exemplo de modificação é que os Jedi agora poderiam se casar e ter filhos. Muitas pessoas entram para a Academia. Uma dessas pessoas é o jovem mercenário Kyle Katarn, que mais tarde se tornaria um grande jedi e grande amigo de Luke. Sua irmã, Leia, entra para a Academia para ser treinada. Mais tarde, seus filhos, sobrinhos de Luke, Jacen, Jaina e Anakin Solo também entrariam lá.

Algumas pessoas que trabalhavam para o Império tentam reavivá-lo e passam a se chamar os Imperial Remnants (Remanescentes Imperiais). Uma mulher que trabalhava para o Imperador, Mara Jade, recebe por telepatia, assim que o Imperador morre, a missão de matar Luke Skywalker. Ela vai atrás dele e após vários combates, eles se apaixonam. Luke percebe que ela é sensitiva à Força e começa a treiná-la. Estão cada vez mais apaixonados e acabam por se casar. A Academia passa a ser em Coruscant. Luke e Mara têm um filho, à quem Luke dá o nome de Ben Skywalker, em homenagem a Ben Kenobi.

Luke prossegue treinando jedi até que há a invasão dos Yuuzhan Vong, um povo hostil de outra galáxia e que não pode ser sentido pela Força. Luke decide unir-se ao Império, formando a Aliança Galáctica para lutar contra os invasores. Apos a derrota dos invasores, a galáxia fica salva e até agora, Luke está idoso e não há novos dados no Universo Expandido. Seu pai aparece para ele e fala: - "Muito bem filho, você se tornou o que seu pai sempre quis ser, um bom homem". Então, ele desapareceu e não voltou mais.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.