Luminismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fitz Hugh Lane: Brace's Rock, Eastern Point, Gloucester, 1864
Martin Johnson Heade: Newburyport Meadows

Luminismo é o nome de uma técnica pictórica e de uma Escola de pintura dos Estados Unidos que floresceu durante o fim do século XIX.

O termo foi cunhado por John Baur em seu estudo de 1954 sobre a pintura norte-americana do século XIX, American Luminism, sendo usado na descrição de uma característica especial no tratamento da luz com fins expressivos e de revelação espiritual, junto com uma técnica de acabamento que eliminava a evidência da pincelada e oferecia uma superfície lisa e acetinada, que realçava o efeito impessoal do panorama pintado. Com esses recursos os pintores buscavam criar atmosferas de tranquilidade que convidassem à contemplação. Os paisagistas do século XIX não se definiam como luministas, pois o termo não existia, nem as características que são identificadas em suas obras como luministas compunham uma filosofia independente dos princípios gerais da Escola do Rio Hudson, à qual pertencia a maioria deles.1 2 Mais tarde o nome foi a plicado a outros pintores, inclusive europeus, e hoje é usado frequentemente para designar uma Escola de pintura autônoma dos Estados Unidos.3

Entre os praticantes das técnicas do Luminismo estão:4

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Luminismo

Referências

  1. HOLLANDER, Anne. Moving pictures. Edição da autora, 1989, pp. 352-353
  2. NOVAK, Barbara. American painting of the nineteenth century. Oxford University Press US, 2007. p. 76
  3. BARBER, John. The Road from Eden. Academica Press, LLC, 2008. p. 414
  4. "Luminism". ArtLex Dictionary
Ícone de esboço Este artigo sobre Pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.