Luna 17

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Lunik 17)
Ir para: navegação, pesquisa
Luna 17
Espaçonave do tipo E-8 como a Luna 17
Missão
Operação União das Repúblicas Socialistas Soviéticas
Contratantes principais GSMZ Lavochkin
Plataforma E-8-5
Tipo de missão Ciência Planetária / veículo rover
Lançamento 10 de novembro de 1970 14:44:01 UTC
Veículo de Lançamento Proton-K + Bloco-D
Local do Lançamento Cosmódromo de Baikonur - União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, atual Cazaquistão
Orbitou A Lua
Inserção orbital 15 de novembro de 1970
Pouso na Lua 17 de novembro de 1970 03:46:50 UTC
Coordenadas 38°17'N 35°W
Fim da missão Último contato em 14 de setembro de 1971 13:05:00 UTC
Duração da missão 322 dias
COSPAR 1970-095A
Massa 5.700 kg
Resultado Sucesso - o veículo rover percorreu 10.540 m

Luna 17 (em russo: Луна que significa lua), ou Luna E-8 No.2, identificada pela NASA como 1970-095A, foi a primeira missão bem sucedida usando a plataforma E-8,[1] para o Programa Luna (um projeto soviético), tinha como objetivo, efetuar pousos suaves na Lua e liberar um veículo do tipo rover para se deslocar e efetuar pesquisas em solo lunar.

A espaçonave[editar | editar código-fonte]

A espaçonave consistia de dois estágios interligados: um estágio de descida e um estágio de suporte do rover montado sobre o primeiro:

  • O estágio de descida era um cilindro montado sobre um conjunto de tanques esféricos com quatro "pernas", um motor principal e jatos auxiliares para atuar durante a descida diminuindo a velocidade.
  • O estágio de suporte ao rover, possuía um sistema de rampas desdobráveis que se estendiam depois do pouso permitindo que o rover descesse para a superfície lunar. O rover Lunokhod 1 era um veículo de formato semelhante ao de uma banheira, com uma espécie de "tampa" convexa sobre um conjunto de oito rodas independentes.

O Lunokhod era equipado com uma antena em forma de cone, uma antena em formato helicoidal altamente direcional, quatro câmeras de televisão e um penetrômetro para avaliar a densidade, compactação e propriedades mecânicas do solo lunar. Um espectroscópio de de raios-X, um telescópio de raios-x, detectores de raios cósmicos e um dispositivo a laser também estavam incluídos. O veículo era alimentado por células solares montadas na parte interna da "tampa".[2]

A missão[editar | editar código-fonte]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O lançamento da Luna 17, ocorreu em 10 de Novembro de 1970 as 14:44:01 UTC, através de um foguete Proton-K, a partir do Cosmódromo de Baikonur que a levou a uma órbita de espera intermediária e em seguida impulsionada em direção à Lua.[2]

Local de pouso do Luna 17 e os rastros do Lunokhod 1, fotografados pelo LRO.

Percurso, órbita e pouso[editar | editar código-fonte]

Depois de duas manobras de correção de curso realizadas na sua rota para a Lua, a Luna 17 entrou em órbita e logo depois pousou na superfície lunar as 03:46:50 UTC em 17 Novembro de 1970 nas coordenadas: 38°17' de latitude Norte e 35° de longitude Oeste, no Mare Imbrium, a cerca de 2.500 km de distância do local de pouso do Luna 16.[2]

O rover[editar | editar código-fonte]

O rover Lunokhod 1 desceu a rampa para a superfície lunar as 06:28:00 UTC. Ele tinha uma expectativa de vida útil de três "dias lunares", mas operou por onze (equivalentes a 322 dias da Terra). Durante esse período, ele percorreu 10,54 km e retornou mais de 20.000 imagens de TV, e 206 fotografias panorâmicas de alta resolução. Além disso, efetuou vinte e cinco análises de solo com o espectrômetro de raios-X, e também usou seu penetrômetro em 500 locais diferentes. Os controladores efetuaram a última sessão de comunicação com o Lunokhod 1 as 13:05:00 UTC de 14 de Setembro de 1971. As tentativas de restabelecer a comunicação foram encerradas em 4 de Outubro.[2]

Legado[editar | editar código-fonte]

Em Março de 2010, o Lunar Reconnaissance Orbiter fotografou o local de pouso do Luna 17, exibindo o módulo aterrissador e a trilha deixada pelo rover.[3] Em Abril de 2010, a equipe do projeto "Apache Point Observatory Lunar Laser-ranging Operation", anunciou que com a ajuda dessas fotos, eles encontraram o rover Lunokhod 1, a muito tempo perdido, e receberam resposta do seu retrorrefletor a laser.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Krebs, Gunter (27/01/2013). Luna Ye-8. Gunter's Space Page. Página visitada em 21/01/2014.
  2. a b c d Luna 17. National Space Science Data Center (16/08/2013). Página visitada em 24/01/2014.
  3. Robinson, Mark (17/03/2010). Soviet Union Lunar Rovers. Lunar Reconnaissance Orbiter Camera (LROC). Página visitada em 24/01/2014.
  4. Klotz, Irene (27/04/2010). Lost and Found: Soviet Lunar Rover. Discovery Communications. Página visitada em 24/01/2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Luna 16
Programa Luna
Sucedido por
Luna 18