Lupita Jones

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lupita Jones
Nome completo María Guadalupe Jones Garay
Data de nascimento 6 de setembro de 1968 (45 anos)
Local de nascimento Mexicali, México
Nacionalidade México mexicana
Altura 1.74
Cor do cabelo Marrom
Cor dos olhos Marrom
Agência Nuestra Belleza Mexico
Títulos Miss Universo 1991
Cônjuge Simón Charaf Medina
(1993 — 2000)

Maria Guadalupe Jones Garay (Mexicali, 6 de setembro de 1968) conhecida como Lupita Jones, é uma modelo e empresária mexicana, ela foi a primeira mulher mexicana a vencer o Miss Universo em 1991.

Biografia[editar | editar código-fonte]

María Guadalupe Jones Garay nasceu em Mexicali, Baja California no México em 6 de Setembro de 1968, sendo ela a única mulher entre quatro irmãos, filha de Rolando Jones e María Dolores Garay. Lupita disse que seu pai lhe contou uma história de que quando a viu pela primeira vez disse: "Nasceu a primeira Miss Universo do México".[1]

Aos 9 anos de idade, Lupita começou no esporte de equitação em sua cidade natal. Sua vida ocorreu normalmente, desenvolvendo o gosto pela equitação, dança, natação e moda.

Antes de se tornar Miss, Lupita estudou administração de empresas e fez pós-graduação em administração industrial no Centro de Enseñanza Técnica y Superior, em sua cidade natal de Mexicali.

Miss Universo 1991[editar | editar código-fonte]

Representando o estado de Baja California, Jones ganhou o título de Señorita México (Miss México), em setembro de 1990.

Poucos meses depois, em 17 de maio de 1991, em Las Vegas, Nevada, ela e outras 72 concorrentes disputaram o título de Miss Universo em 1991.[2]

Lupita se tornou a favorita entre os juízes. Ela venceu o concurso derrotando as 72 candidatas de todo mundo para tornar-se a primeira mexicana a conquistar a coroa universal da beleza, vencendo todas as etapas preliminares, de trajes de banho, vestido de noite e entrevistas.

Vida posterior[editar | editar código-fonte]

Lupita Jones teve um reinado de grande sucesso e tornou-se muito popular nos países latino-americanos, o melhor mercado do Miss Universo. Ela trabalhou duramente para levar o concurso para o México em 1993, e em 1994 fundou e tornou-se a diretora nacional do Nuestra Belleza Mexico, o concurso nacional de beleza que indica mulheres mexicanas para o Miss Universo, Miss Mundo e Miss Internacional, em pareceria com o grupo Televisa. Sob sua direção, o México passou a ter um sucesso nos mais importantes concursos internacionais de beleza que nunca tivera antes, culminando com a conquista, dezenove anos depois de Lupita, de uma segunda coroa do Miss Universo com Ximena Navarrete, em 2010, na mesma cidade, Las Vegas, onde Jones foi a pioneira mexicana.[3]

No ano 2000, Lupita engajou-se no trabalho de apoio à famílias de meninas pobres e doentes do México, através do Sistema Nacional para el Desarrollo Integral de la Familia (SNDIF), tornando-se embaixadora da Boa Vontade do Fundo de População das Nações Unidas.[4]

Em outubro de 2006, ela inovou em seu concurso e no mundo dos concurso de beleza internacionais, declarando que o NBM passaria a partir dali a proibir a participação de candidatas anoréxicas em seu concurso de beleza, de maneira a combater disturbios como a bulimia e a anorexia. Um dos fatos que levaram à essa sua decisão, foi a morte, semanas antes, da modelo brasileira Ana Carolina Reston, causada por anorexia. A modelo de 1,74 pesava 40 kg quando morreu.[5]

Referências

  1. Miss Universe 1991 - Lupita Jones. elanecdotario.com. Página visitada em 05/04/2013.
  2. wow lupita jones Señorita Mexico!!. Univision Belleza y Moda. Página visitada em 08/06/2012.
  3. Miss Universe 1991 - Lupita Jones. globalbeauties.com. Página visitada em 08/06/2012.
  4. Goodwill Ambassador Guadalupe Jones Visits Mexico Field Office. UNFPA News. Página visitada em 08/06/2012.
  5. México recusa modelos anoréxicas. Ministério da Saúde. Página visitada em 08/06/2012.


Precedido por
Mona Grudt
Miss Universo
1991
Sucedido por
Michelle McLean