Luta livre esportiva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Luta livre esportiva
Informação geral
Prática Esporte de combate
Foco Agarramentos, misto
Dureza Contato pleno
Outras informações
Esporte olímpico Não
Cronologia das artes marciais  · Lista de artes marciais  · Projeto Artes Marciais

Luta livre esportiva é um sistema de wrestling criado em meados do século 20 no Rio de Janeiro por Euclydes Hatem (Tatu), que lutou (e venceu) George Gracie nos anos 40. A "luta de chão" sempre foi sua prioridade por causa dos submissions e sua importância nos combates de vale-tudo.

Na década de 1970 a luta livre foi fortemente influenciada por Fausto Brunocilla e Carlos Brunocilla, pai e filho que foram alunos Tatu e responsáveis pela transmissão da luta livre e formação de vários mestres de luta livre. Também Roberto Leitão, professor da Universidade de Engenharia, que dedicou muitos anos ao wrestling e ao judô. Sendo de menor estatura física do que a maioria dos atletas do clube de remo, Leitão primava pela técnica, assim como Royce Gracie fez no UFC 1 com o jiu-jitsu brasileiro. A luta livre evoluiu e foi levada para a Alemanha em 1995 pelo dinamarquês Daniel D'Dane, onde ele ensinou luta livre para várias pessoas em Colônia na Alemanha, onde tornou-se um mentor para Andreas Schmidt.

Estilos[editar | editar código-fonte]

Luta livre é um sistema de arte marcial completo, que foi desenvolvido no Rio de Janeiro. É antes de tudo um estilo de submission grappling onde os competidores usam chaves nas articulações e estrangulamentos para submeter o adversário. O componente stand up da luta livre, que inclui socos e chutes, assim como cotoveladas e joelhadas, foi desenvolvido para completar a arte.

  • Luta livre esportiva é a versão de competição. É mais fácil descrever como "No-Gi submission grappling". Nas competições de luta livre esportiva, só são permitidas técnicas de grappling para subjugar o adversário. Para este tipo de competição, é importante elaborar estratégias e executar tranqüilamente os movimentos.
  • Luta livre vale-tudo é uma versão da luta livre muito semelhante a um combate livre. Além da componente do grappling de luta livre, os profissionais também podem executar socos, chutes, joelhadas e cotoveladas. Estes componentes são utilizados para fazer a transição para o chão (quedas), como no MMA. Luta livre vale-tudo é provavelmente uma das mais semelhantes artes marciais em comparação com a atual MMA.
  • Luta livre T36 inclui 36 habilidades de luta livre para finalizar uma situação de combate real, por estrangulamentos e chaves nas articulações do adversário. É um programa especial com uma gameplan estruturado para o grappling, MMA e qualquer tipo de situação de combate real, como a defesa pessoal.

Lutas históricas[editar | editar código-fonte]

Ambox rewrite.svg
Esta seção precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde outubro de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Existe uma certa rivalidade com o Brazilian Jiu Jitsu pois a Luta Livre Esportiva ficou famosa graças à lutas entre lutadores de BJJ e LL. Algumas das lutas que tiveram mais destaque na história das lutas foram:

Euclydes Hatem (Luta Livre) vs. George Gracie (BJJ)

Considerada por muitos como a mais importante, pois através dela, a Luta Livre ganhou popularidade após Euclydes Hatem vencer George Gracie na década de 40.

Rickson Gracie (BJJ) vs. Hugo Duarte (Luta Livre)

Terminou com vitória de Rickson Gracie, apesar de não ter sido uma luta oficial. A luta começou após Hugo Duarte insultar a família Gracie. Rickson, que era considerado um dos melhores da época foi até a praia do Pepe, onde estavam integrantes da LL e chamou Duarte para luta com um tapa. Logo a luta começou, Ryan Gracie(14 anos) filmou a luta inteira.

Walid Ismail (BJJ) vs. Eugênio Tadeu (Luta Livre)

Após um desafio de Walid Ismail na mídia por uma luta. No ringue, Ismail arremessou Tadeu do ringue, e venceu pois praticantes do BJJ o seguraram fora do ringue e não deixaram voltar, tornando então Ismail vitorioso pelo tempo de contagem ter se esgotado.

Luciano Azevedo (Luta Livre) vs. José Aldo (BJJ)

No Jungle Fight da edição 25, o futuro campeão invicto do UFC peso pena foi derrotado por Azevedo com um mata-leão, marcando o que seria a única derrota no cartel de José Aldo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]