Luxóvio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Luxovius)
Ir para: navegação, pesquisa

Na religião galo-romana, Luxovios, latinizado como Luxóvio (em latim: Luxovius) era o deus das águas de Luxeuil, cultuado na Gália. Foi um consorte de Bricta. O santuário de nascente termal em Lexeuil produziu evidência de culto de outras deidades, incluindo o cavaleiro-do-céu que carrega uma roda solar, e Sirona, uma outra deidade associada a nascentes de cura.

Inscrições[editar | editar código-fonte]

Luxovius está gravado nas duas seguintes inscrições, ambas de Luxeuil-les-Bains:

[Lus]soio / et Brictae / Divixti/us Cons/tans / v(otum) s(olvit) <l=T>(ibens) m(erito)

"Para Lusso(v)ios e Bricta, Divixtius Constans livre e merecidamente cumpriu seu voto." (CIL 13, 05425)

Luxovio / et Brixtae / G(aius) Iul(ius) Fir/manus / v(otum) s(olvit) l(ibens) m(erito)

"Para Luxovios e Brixta, Gaius Julius Firmans livre e merecidamente cumpriu seu voto." (AE 1951, 00231; CIL 13, 05426)

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome Luxovios implica leve simbolismo. Este pode indicar que o deus é uma deidade tanto da luz como das águas de primavera curativa, dois elementos que eram fortemente ligados ao mundo céltico.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Année Epigraphique volume 1951
  • Corpus Inscriptionum Latinarum (CIL), volume 13, Tres Galliae
  • Dictionary of Celtic Myth and Legend. Miranda Green. Thames and Hudson Ltd. London. 1997


Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia celta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.