Lyman Bradford Smith

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lyman Bradford Smith (11 de setembro de 1904, Winchester, Massachusetts - 4 de maio de 1997, Manhattan, Kansas) foi um botânico norte-americano.[1]

Durante os anos de 1920 estudou biologia na Harvard University. Entre 1928 e 1929 trabalhou pela primeira vez no Brasil. Dedicou-se à taxonomia das angiospermas da América do Sul, especialmente às Bromeliaceae.

Para a "North American Flora", de Nathaniel Lord Britton tratou das "Bromeliaceae" no tomo 19 Nº 2 (1938).

Entre 1931 e 1947 foi curador no Gray Herbarium.

Publicações[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Stephen F. Smith: Lyman Bradford Smith (1904–1997). In: Taxon. 46, Nr. 4, November 1997, S. 819–824.
  • Robert Zander; Fritz Encke, Günther Buchheim, Siegmund Seybold (Hrsg.): Handwörterbuch der Pflanzennamen. 13. Auflage. Ulmer Verlag, Stuttgart 1984, ISBN 3-8001-5042-5.
  • Stephen F. Smith (1997). Lyman Bradford Smith (1904-1997), Taxon, 46 (4) : 819-824.
  • Flora Neotropica Vol. 14(1) : Pitcairnioideae (Bromeliaceae)

Referências

  1. Data Source: Harvard University Herbaria. Federal Agency for Agriculture and Food. Página visitada em 25 de abril de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Botânicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.