Lynn Compton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lynn D. Compton (Los Angeles, 31 de dezembro de 1921 - Burlington, 25 de fevereiro de 2012]) foi um juiz do Tribunal de Apelações da Califórnia que atuou como promotor-chefe no julgamento de Sirhan Sirhan pelo assassinato de Robert F. Kennedy. De 1946-1951, Compton serviu no Departamento de Polícia de Los Angeles. Durante a Segunda Guerra Mundial, ele era um oficial da Easy Company, 2º Batalhão, 506º Regimento de Infantaria Pára-quedistas, na 101ª Divisão Aerotransportada do Exército dos Estados Unidos. Compton foi retratado na minissérie da HBO Band of Brothers por Neal McDonough.

Juventude[editar | editar código-fonte]

Compton foi um atleta em Los Angeles, onde ele foi catcher na equipe de beisebol da universidade ao lado de Jackie Robinson. Ele se formou em Educação Física e também jogou com a equipe de futebol de 1943 da UCLA no Rose Bowl Game em 1 de janeiro de 1943.

O serviço militar[editar | editar código-fonte]

Na UCLA Compton também participou ROTC(Reserve Officers' Training Corps, em Inglês) sob o comando do Cadete John Singlaub, e em dezembro de 1943, ingressou no Exército, onde foi atribuído à Companhia E do 2º Batalhão, 506º Regimento de Infantaria Pára-quedas na 101ª Divisão Aerotransportada antes da Operação Overlord. Durante a ação da companhia em Brécourt Manor, Compton e outros, sob a liderança do Major Richard Winters, atacou uma bateria alemã de quatro canhões de 105 milímetros que disparavam sobre a praia de Utah, desabilitando o encaminhamento de armas e inimigos. Compton foi condecorado com a Estrela de Prata por sua atuação na desativação das armas. O segundo episódio da minissérie da HBO Band of Brothers("Dia dos Dias") retrata esse assalto.

Mais tarde, em 1944, Compton foi baleado nas nádegas, enquanto que participava da Operação Market Garden, a tentativa frustrada dos aliados de aproveitar uma série de pontes na Holanda, e atravessar o rio Reno, na Alemanha. Depois de uma recuperação parcial, voltou a Easy Company, em tempo de participar do longo cerco a floresta de Ardenas, no que ficou conhecido como a Batalha do Bulge. Em janeiro de 1945, Compton deixou Easy Company.

Na série Band of Brothers, Compton aparentemente foi dispensado por ter pé de trincheira grave, mas a verdade é que sua transferência foi devido a fadiga de combate, causada após Compton testemunhar dois de seus amigos mais próximos, Joseph Toye e William Guarnere, serem mutilados por fogo de artilharia, resultando na perda da perna de ambos.

Após a Guerra[editar | editar código-fonte]

Em 1946, ele recusou uma oferta para jogar numa liga menor de beisebol, preferindo se concentrar na carreira de advogado. Compton se casou Donna Newman em outubro de 1947 e adotaram duas crianças. Ele frequentou a Loyola Law School e se tornou um detetive na Polícia de Los Angeles atuando na Divisão Central de Roubo. Juntou-se a Promotoria em 1951 como vice-procurador distrital, e foi promovido a promotor-chefe em 1964.

Durante seu tempo como promotor-chefe, ele ajudou a condenar Sirhan Sirhan pelo assassinato de Robert F. Kennedy. Em 1970, o governador Ronald Reagan nomeou-o juiz do Tribunal de Recurso Califórnia. Se aposentou em 1990 e residiu no estado de Washington. Em 1994, sua esposa morreu deixando-o viúvo. Em 2005, ele apareceu em uma campanha publicitária para a revogação do imposto imobiliário.

As memórias de Compton, intituladas Call of Duty: My Life before, during and after the Band of Brothers e escrito com Marcus Brotherton, foram publicadas pela Berkeley Publishing em 6 de maio de 2008. Compton faleceu em 2012, deixando dois filhos e quatro netos.

Referências

  • Compton, Lynn D., with Marcus Brotherton. Call of Duty: My Life Before, During, and After the Band of Brothers. [S.l.]: Berkley Caliber, 2008. ISBN 9780425219706
  • Ambrose, Stephen E.. Band of Brothers: Easy Company, 506th Regiment, 101st Airborne from Normandy to Hitler's Eagle's Nest. [S.l.]: Simon & Schuster, 1992. ISBN 9780743464116

Ligações externas[editar | editar código-fonte]