Máquina fotográfica 360°

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Máquina fotográfica 360°

A máquina fotográfica 360° é uma câmera fotográfica capaz de fazer uma única fotografia panorâmica completa (abrangendo toda a volta) a partir de um determinado ponto.

História[editar | editar código-fonte]

A câmera foi inventada por Sebastião Carvalho Leme, fotógrafo brasileiro quando residente em Marília, São Paulo. Em 1957 um empresário solicitou uma fotografia de seus prédios numa confluência de três esquinas, e o seu interesse era mostrar o conjunto dos prédios numa só foto — o que necessariamente teria de ser feito em 360 graus.

Usando então uma câmara fotográfica Rolleiflex com cabeça panorâmica foram tirados dez negativos que, ampliados e montados, resultaram na foto desejada.

Surgiu daí o desafio: Por que não tirar num só negativo uma fotografia que abrangesse 360 graus?

O invento[editar | editar código-fonte]

Lemos pôs aquele desafio na "agenda" de sua mente e passou a cogitar uma solução ao caso. O embrião de uma idéia surgiu. Foi, assim, patenteado sob o número 99.271 no então Departamento Nacional da Propriedade Industrial (hoje extinto e sucedido pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial) em 26 de Novembro de 1957. Numa latinha de massa de tomate instalou uma objetiva, um dispositivo interno especial (que é o princípio da invenção) e um pedaço de filme fixo dentro da lata. Com a mão fez girar a objetiva, fazendo, assim, o primeiro teste para sentir as possibilidades. O teste foi feito em frente ao edifício do Senai usando o sistema para fotografar em 360°. Revelado o filme, comprovou-se, precariamente, a possibilidade de se tirarem fotos em 360°. Feito o primeiro protótipo, já mecanizado, veio a confirmação. Foram feitos três protótipos, consumindo-se cerca de um ano para o aperfeiçoamento.

Neste ínterim, certo de ter conseguido a solução para tirar fotos com 360°, Leme providenciou o processo de patente que tramitou durante alguns anos no Departamento Nacional da Propriedade Industrial, tempo em que foram pesquisadas a viabilidade do sistema e a existência de similares, concedendo-se a patente em 23 de abril de 1962 sob o número 61.472. Cerca de 20 anos após a concessão da patente surgiu nos Estados Unidos um sistema similar, sem, contudo, o dispositivo interno acima referido.

A máquina permaneceu inativa durante quinze anos. No final de 1997 foi reativada e aperfeiçoada, passando a ser utilizada novamente.

Resultado[editar | editar código-fonte]

Eis alguns dos resultados obtidos com a câmera de Leme:

Aeroporto de Marília - São Paulo - Brasil - Foto 360° de Sebastião Carvalho Leme.
Câmara Municipal de Marília - São Paulo - Brasil - Foto 360° de Sebastião Carvalho Leme
Catedral em Marília - São Paulo - Brasil
Exposição
Exposição
Exposição

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Máquina fotográfica 360°

Ligações externas[editar | editar código-fonte]