Mário Neme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Mário Neme (Piracicaba, 1912São Paulo, 1973) foi um escritor brasileiro.

Autodidata, foi um dos responsáveis pela organização do I Congresso Brasileiro de Escritores (1945) e diretor do Museu do Ipiranga (1960).

Mário Neme começou a sua vida jornalística na Gazeta de Piracicaba, assinando seus trabalhos sob o pseudônimo de Sr. Salim e, na mesma cidade, fundou e escreveu em alguns jornais e revistas de literatura e humorismo, de vida efêmera.

Obras[editar | editar código-fonte]

Lista incompleta
  • Fórmulas Políticas no Brasil Holandês, [(1971)]
  • Donana sofredora (contos), 1941
  • História da fundação de Piracicaba, 1943
  • Mulher que sabe latim (contos), 1944
  • Plataforma da nova geração, 1945
  • A linguagem de Mário de Andrade, 1946
  • Estudinhos brasileiros, 1947
  • Notas de revisão da história de São Paulo, 1959
  • "O domínio holandês" (introdução ao álbum de gravuras da obra de Caspar Barlaeus), 1966
  • Difícil África negra, 1966
Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.