Mármore de Estremoz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mármore de Estremoz é o nome dado a um tipo de mármore extraído da região do Alentejo, em Portugal. O termo é derivado do concelho de Estremoz mas a exploração distribui-se também pelos concelhos de Borba e Vila Viçosa, especialmente este último.

O mármore de Estremoz é explorado desde a época em que a Península Ibérica foi incorporada ao Império Romano. Análises do mármore de monumentos como o Templo romano de Évora, por exemplo, indicaram que o mesmo foi construído com mármore do Alentejo. Ao longo de toda a história de Portugal e suas antigas colónias esta pedra foi utilizada para produzir todo tipo de itens ornamentais.

Actualmente o mármore de Estremoz é exportado a vários lugares do mundo, apesar de que nos anos 2000 surgiu uma crise no setor devido à competição com produtores mais baratos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Lopes, Luís. Recursos Naturais - Rochas ornamentais: o mármore. Alentejo Digital. [1]
Ícone de esboço Este artigo sobre Geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.