MKV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrow 2.svg
Este artigo ou secção deverá ser fundido com Matroska.
Editor, considere adicionar mês e ano na marcação. Isso pode ser feito automaticamente, com {{Fusão com|....|{{subst:DATA}}}}.

(por favor crie o espaço de discussão sobre essa fusão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Perceba que para casos antigos é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Verifique ambas (1, 2) e não esqueça de levar toda a discussão quando levar o caso para a central.).

MKV é um container de dados de vídeo. Deste modo, MKV permite conter vários dados resultantes de diferentes tipos de codificações (ou codecs) de video; sua maior utilidade é a sincronização dos dados de video com os de audio, com os títulos, legendas, capítulos e etc.

MKV usa a notação EBML, uma extensão do XML que permite dados binários, além dos dados em texto usuais.

Como parte da iniciativa Matroska, os criadores do MKV tem a grande ambição de que este formato torne-se o único formato de video em uso, com adoção universal. Sua adoção é bastante limitada, mas entusiástica: adotam-no muitos softwares livres de video digital, como H.264 , the KMPlayer , VirtualDubMod e o XULPlayer.

Atualmente, ele só é executado com um Pacote de Codec mais completo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.