Maçã-verde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaMaçã-verde
Maçã verde.

Maçã verde.
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Rosales
Família: Rosaceae
Subfamília: Maloideae
Género: Malus
Espécie: Malus sylvestris e
Malus domestica

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete maçã-verde.
Commons
O Commons possui multimídias sobre Maçã-verde

A maçã-verde, conhecida também pelo nome varietal de Granny Smith, é uma variedade de maçã. Trata-se de uma maçã normal. É composta sobretudo por pectina, aminoácidos, ácidos, açúcares, catequizas, quercetina, sorbitol, fibras, cálcio, ferro, magnésio, nitrogênio, fósforo e potássio.

A maçã verde tem propriedades medicinais tanto para uso interno como para uso externo. Ao nível dos mal-estares internos, é anti-inflamatória do aparelho digestivo; antiácida; antidiarreica e suavemente laxativa; diurética e depurativa; anticatarral em problemas de brônquios ou tosse; anti-colesterol; hipotensora, baixando a pressão sanguínea; sedativa; febrífuga; antitabágica (manter uma dieta com maçã verde ajuda a abandonar o vício do tabaco); e anticancerígena.

A maçã é o fruto pomáceo da macieira, uma árvore da família Rosaceae. É um dos frutos de árvore mais cultivados, e o mais conhecido dos muitos membros do género Malus que são usados ​​pelos seres humanos. As maçãs crescem em pequenas árvores, de folha caducifólia que florescem na Primavera e produzem fruto no Outono. A árvore é originária da Ásia Ocidental, onde o seu ancestral selvagem, Malus sieversii, ainda é encontrado atualmente. As maçãs têm sido cultivadas há milhares de anos na Ásia e Europa, tendo sido trazidas para a América do Norte pelos colonizadores europeus. As maçãs têm estado presentes na mitologia e religiões de muitas culturas, incluindo as tradições nórdica, grega e cristã. Em 2010, o genoma da fruta foi descodificado, levando a uma nova compreensão no controle de doenças e na reprodução seletiva durante a produção da maçã.

Existem mais de 7.500 plantações conhecidas de maçãs, resultando numa gama de características desejadas, sendo a maçã verde uma das variações mais consumidas. Uma foto de uma maçã verde cortada ao meio foi usada como logo da Apple Records, gravadora da banda inglesa "The Beatles". Esse mesmo logo, redesenhado é a símbolo atual da Apple Inc. que fabrica produtos de tecnologia (como o iPad, o iPhone e o iPod). Curiosamente, a maçã foi simbolicamente usada para representar o "fruto proibido" da árvore da Ciência do Bem e do Mal citada na Bíblia, nos capítulos iniciais do livro do Gênesis, correspondendo a um importante elemento da criação segundo a crença judaico-cristã.


Ícone de esboço Este artigo sobre plantas é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.