Ma Tovu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ma Tovu (forma hebraica de "Que boas" ou "Quão agradáveis") é uma oração do judaísmo que expressa reverência e respeito pelas sinagogas e pelos outros lugares de adoração.

A oração começa com o verso bíblico que está em Números 24:5, onde Balaão, enviado para maldizer os israelitas, faz o contrário em admiração a Deus e às suas casas de adoração. O primeiro verso é uma parte da bênção de Balaão, sendo assim a única oração comumente usada nas reuniões judias que foi escrita por um não-judeu. O restante do texto se encontra nos Salmos, relatando a entrada na casa de oração e a preparação de novas orações (Salmos 5:8, 26:7, 95:6 e 69:13). É nesse espírito que a oração é recitada pelos judeus ao entrarem na sinagoga.

Texto em hebreu[editar | editar código-fonte]

מה טבו אהליך יעקב, משכנותיך ישראל. (1 Números 24:5

ואני ברב חסדך אבוא ביתך אשתחוה אל היכל קדשך ביראתך. (2 Salmos 5:7

3) .ה׳ אהבתי מעון ביתך, ומקום משכן כבודך Salmos 26:8

ואני אשתחוה ואכרעה, אברכה לפני ה׳ עשי. (4 Salmos 95:6

5) .ואני, תפלתי לך ה׳, עת רצון, אלהים ברב חסדך, ענני באמת ישעך Salmos 69:13

Transliteração[editar | editar código-fonte]

Ma tovu ohalekha Ya'akov, mishk'notekha Yisra'el.
Va'ani b'rov hasd'kha, avo veytekha,
Eshtahaveh el heikhal kodsh'kha b'yir'atekha.
Adonai ahavti m'on beitekha, um-kom mishkan k'vodekha.
Va'ani eshtahave v'ekhra'a.
Evr'kha lifnei Adonai osi.
Va'ani t'filati l'kha Adonai et ratzon.
Elohim b'rov hasdekha aneini b'emet yish'ekha.

Tradução[editar | editar código-fonte]

Quão boas são as tuas tendas, ó Jacó; tuas moradas, ó Israel!
Porém eu, pela riqueza da Tua misericórdia, entrarei na Tua casa e me prostrarei diante do Teu santo templo, no Teu temor.
Eu amo, Senhor, a habitação da Tua casa e o lugar de onde Tua glória assiste.<br / Vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemo-nos diante do Senhor, o nosso Criador.
Quanto a mim, porém, Senhor, faço a Ti, em tempo favorável, a minha oração. Responde-me, ó D´us, pela riqueza da Tua graça; pela fidelidade em socorrer.