Maar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Três maars perto de Daun, Alemanha.
Maar de Ukinrek, Alaska, que resultou de uma erupção vulcÂnica de 10 dias de duração em 1977.

Maar é a designação utilizada em geomorfologia e vulcanologia para descrever uma cratera vulcânica alargada e pouco profunda criada por uma erupção freatomagmática, ou seja uma explosão de vapor causada pelo contacto da água subterrânea com lava ou magma.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Os maar são geralmente preenchidos com água, formando um lago de cratera de pequena profundidade. As dimensões dos maar variam dos 60 m aos 2000 m de diâmetro, com 10 m a 200 m de profundidade. A maioria dos maar tem margens baixas, em geral formadas por uma mistura de piroclastos e fragmentos soltos de rochas arrancados das paredes das diatremas.

Os maar são comuns na região de Eifel, na Alemanha, onde foram descritos pela primeira vez, em algumas áreas dos Estados Unidos e em outras regiões vulcânicas geologicamente jovens.

O termo maar vem do dialeto francónio da região do Mosela (Moselfränkisch) e por sua vez deriva do latim mare (mar).

Maares famosos[editar | editar código-fonte]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]