Maboqueiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaMaboqueiro
Strychnos spinosa (árvore do maboque)

Strychnos spinosa (árvore do maboque)
Estado de conservação
Status none DD.svgDados insuficientes
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Gentianales
Família: Loganiaceae
Género: Strychnos
Espécie: S. spinosa
Nome binomial
Strychnos spinosa
Lam.

O Maboqueiro (Strychnos spinosa) é uma árvore autóctone das regiões tropicais e subtropicais de África. Produz um fruto amarelo agridoce e sumarento (maboque), com inúmeras sementes castanhas. Nas extremidades dos ramos, crescem em cachos, flores brancas-esverdeadas. Os frutos tendem a aparecer apenas depois de muita chuva. No inicio são grandes e verdes e, quando amadurecem mudam para a cor amarela. No interior do fruto, as sementes compactadas, estão rodeadas por uma carnuda pasta comestíveis.

Animais como os babuínos, macacos, porcos-do-mato, nialas e elandes comem o fruto. As folhas são uma fonte de alimento para os herbívoros tais como os duikers, Cudos, impalas, Raficeros-comum, nialas e elefantes. Acredita-se que vários tipos de insetos polinizam as flores.

Nomes comuns: Spiny Monkey-orange/Green Monkey Orange (Inglês), Doringklapper (Africânder), Morapa (NS), Muramba (V), umKwakwa (Suazilândia), Nsala (Tswana), Mutamba (Shona), Maboqueiro (Angola).

Distribuição[editar | editar código-fonte]

Esta árvore encontra-se de forma isolada e cresce em solos secos. Encontra-se nas faldas ribeirinhas do Bushveld, nas areias e mata costeira do Cabo Oriental, até ao Kwazulu-Natal, em Moçambique e na Suazilândia e, pelo interior, Zimbabué, norte do Botsuana, norte da Namíbia, Angola e norte da África tropical.

Usos[editar | editar código-fonte]

É uma planta cujo fruto, o maboque, é tradicionalmente usada como alimento em África. Este pouco conhecido fruto tem potencial para melhorar a nutrição, estimular a estabilidade alimentar e fomentar e apoiar o desenvolvimento rural sustentável. [1]

  • A madeira é usada para carpintaria em geral.
  • A espécie foi recentemente introduzida em Israel como uma potencial nova cultura.
  • O fruto (maboque) pode ser utilizado como uma fonte suplementar de alimentos para a população rural em épocas de escassez.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Monkey Oranges», National Academies Press, Lost Crops of Africa: Volume III: Fruits. ISBN ISBN 978-0-309-10596-5. Página visitada em 2008-07-25.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Wikispecies Diretório no Wikispecies