Macbeth (ópera)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Macbeth é uma ópera em quatro atos do compositor italiano Giuseppe Verdi, com libreto de Francesco Maria Piave. Estreou em Florença em março de 1847. Baseada na peça homônima de William Shakespeare.

Papel Voz Estreia,
14 de março 1847
(Maestro: - )
Revisada versão
Estreia,
19 de abril 1865
(Maestro: - )
Macbeth barítono Felice Varesi Ismael
Lady Macbeth soprano Marianna Barbieri-Nini Rey-Balla
Banquo baixo Nicola Benedetti Bilis Petit
Macduff tenor Angelo Brunacci Montjauze
Lady-in-waiting mezzo-soprano Faustina Piombanti Mairot
Malcolm tenor Francesco Rossi Huet
Médico baixo Giuseppe Romanelli Guyot
Criado de Macbeth baixo
Arauto baixo
Assassino baixo Giuseppe Bertini Caillot
Três aparições 2 sopranos e 1 baixo
Duncano (Duncan), Rei da Escócia Silent
Fleanzio (Fleance) Silent
Bruxas, mensageiros, nobres, criados, refugiados - coro

Gravações Selecionadas[editar | editar código-fonte]

    • 1847 Original versão
Ano Cast
(Macbeth, Lady Macbeth, Banquo, Macduff)
Maestro,
Sala de Ópera e Orquestra
2003 Peter Glossop,
Rita Hunter,
John Tomlinson,
Kenneth Collins
John Matheson
BBC Concert Orchestra and BBC Singers
Audio CD: Opera Rara
Cat: ORCV 301
    • 1865 versão revista
Ano Cast
(Macbeth, Lady Macbeth, Banquo, Macduff)
Maestro,
Sala de Ópera e Orquestra
1952 Enzo Mascherini,
Maria Callas,
Gino Penno,
Italo Tajo
Victor de Sabata
Teatro alla Scala Chorus and Orchestra
Audio CD: EMI
Cat:
1959 Leonard Warren,
Leonie Rysanek,
Carlo Bergonzi,
Jerome Hines
Erich Leinsdorf
Metropolitan Opera Chorus and Orchestra
Audio CD: RCA
Cat:
1964 Giuseppe Taddei,
Birgit Nilsson,
Bruno Prevedi,
Giovanni Foiani
Thomas Schippers,
Coro e Orchestra dell' Accademia di Santa Cecilia
Audio CD: Decca
Cat:
1971 Dietrich Fischer-Dieskau,
Elena Souliotis,
Luciano Pavarotti,
Nicolai Ghiaurov
Lamberto Gardelli,
London Symphony Orchestra and Ambrosian Opera Chorus
Audio CD: Decca
Cat:
1976 Piero Cappuccilli,
Shirley Verrett,
Placido Domingo,
Nicolai Ghiaurov
Claudio Abbado,
Teatro alla Scala Chorus and Orchestra
Audio CD: Deutsche Grammophon
Cat:
1976 Sherrill Milnes,
Fiorenza Cossotto,
José Carreras,
Ruggero Raimondi
Riccardo Muti,
New Philharmonia Orchestra and Ambrosian Opera Chorus
Audio CD: EMI
Cat:
2008 Zeljko Lucic,
Maria Guleghina,
John Relyea,
Dimitri Pittas
James Levine,
Metropolitan Opera Orchestra, Chorus, and Ballet
DVD : EMI Classics
Cat: 5099920630492

Sinopse da ópera Macbeth[editar | editar código-fonte]

Composta na juventude de Verdi, Macbeth só estreou em 1847, em Florença. Dividida em quatro atos, a obra baseada na história homônima de William Shakespeare se passa na Escócia e Inglaterra do século XI. A composição foi revista pelo próprio Verdi quando de sua estreia em Paris, 17 anos depois.

Em Macbeth, Shakespeare discorreu sobre o poder - não se trata de uma história de amor - e os crimes que o homem pode cometer para obtê-lo. Na ópera de Verdi, a história começa quando Macbeth e Banquo, ambos generais de Duncan, o rei da Escócia, encontram um grupo de feiticeiras. Macbeth é saudado profeticamente como Guerreiro de Cawdor e Rei da Escócia, e Banquo, como o pai de um futuro rei. Um servo traz a mensagem de que "Sir de Cawdor" fora enforcado e que todas as terras e o título, por determinação do rei, foram transferidos para Macbeth. Cumpria-se, assim, a primeira profecia das bruxas.

No castelo, a ambiciosa Lady Macbeth lê com satisfação a carta que o marido lhe enviara, relatando o ocorrido. O Rei Duncan passará a noite no castelo, e essa é a oportunidade que Lady Macbeth queria. Ela convence o marido a matar o soberano e a assumir o poder. Macbeth mata Duncan, toma-lhe a coroa, mas passa a viver atormentado com sua consciência, e também com a profecia das feiticeiras, de que um filho de Banquo - e não dele - o sucederá. Ele e a mulher decidem matar Banquo e o filho, para que a profecia não se concretize. Banquo é morto, mas o filho escapa.

O casal Macbeth está dando um banquete no castelo, quando chega o notícia da morte de Banquo e da fuga de seu filho. Macbeth começa a ver o fantasma de Banquo. Lady Macbeth, tentando esconder a situação dos convidados, age como se nada estivesse acontecendo - canta, brindando a todos. Mas Macbeth tem outra crise e se dirige cada vez mais agressivamente aos convidados. O ato acaba com um grande conjunto: os convidados ficam confusos, Lady Macbeth repete que os mortos não voltam, e Macbeth decide consultar as feiticeiras novamente.

O terceiro ato começa em uma caverna escura. Feiticeiras invocam espíritos malignos, quando Macbeth chega ansioso por saber de seu futuro. As feiticeiras invocam aparições para atender o novo rei. A primeira é a cabeça de um guerreiro, que previne Macbeth contra Macduff. A segunda - uma criança ensanguentada -, diz-lhe que não deve temer a ninguém que tenha nascido de uma mulher. A terceira - uma criança coroada -, afirma que Macbeth jamais será vencido até que o bosque de Birmane caminhe e se volte contra ele. Há, depois, um desfile de oito reis, o último dos quais é Banquo, que traz à mão um espelho. O terceiro ato termina com a chegada de Lady Macbeth, que ouve o relato do marido sobre as aparições. Ambos decidem agir com violência para eliminar qualquer opositor.

O quarto ato começa no campo, perto da fronteira entre a Escócia e a Inglaterra. Um grupo de refugiados comenta a opressão que sofre a Escócia sob o reinado de Macbeth. Macduff, que teve a mulher e os filhos assassinados pelo tirano, expressa sua dor em uma bela ária.

Malcom, líder da força inglesa, ordena que cada soldado corte um galho de árvore e o carregue consigo, investindo contra Macbeth. Nessa noite, Lady Macbeth agita-se sonâmbula, blasfemando contra o próprio remorso, que a leva à loucura e à morte. Macbeth, informado sobre a morte de sua mulher, prepara-se para combater os inimigos, acreditando na invencibilidade. Soldados o informam que o bosque de Birmane está se movendo.

Na batalha, Macduff encontra Macbeth e investe contra ele. Macbeth brama que ninguém nascido de mulher poderia matá-lo. Macduff conta que foi "arrancado do ventre de sua mãe" - e o fere mortalmente. A ópera acaba com um coro vitorioso dos escoceses liberados.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • The Opera Goer's Complete Guide de Leo Melitz, versão de 1921.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]