Maciço do Monte Cenis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maciço do Mont-Cenis
(Maciço)
Os maciços dos Alpes
País  França -  Itália
Região Blason Rhône-Alpes Gendarmerie.svg Ródano-Alpes - Regione-Piemonte-Stemma.svg Piemonte
Localidades mais próximas Blason73-Savoie.svg Saboia - Provincia di Torino-Stemma.svg Turim
Altitude 2,995 m m
Maciço do Mont-Cenis está localizado em: Alpes
Maciço do Mont-Cenis
Localização do maciço
Coordenadas 45° 15' 53" N 06° 58' 42" E
Notas: Rocha sedimentar e Rocha metamórfica

O Maciço do Mont-Cenis (em francês: Massif du Mont-Cenis e em italiano: Alpi del Moncenisio) é uma maciço que faz parte dos Alpes Ocidentais, da na sua secção dos Alpes Cócios que se repartem pelo departamento francês da Saboia e pela Piemonte em Itália. O ponto culminante é a Pointe de Ronce com 3.612 m

Para facilitar a passagem pelo maciço foi aberta uma estrada para aceder ao Colo do Monte Cenis a 2.083 m.

Situação[editar | editar código-fonte]

O Maciço do Mont-Cenis não é só o maciço em si mesmo, pois engloba o Mont d'Ambin, a Pointe Sommeiller, e a Aiguille de Scolette.

Um maciço alto pois os seus principais cumes ultrapassam os 3.000 m , está cercado pelo Rio Arc no Vale da Maurienne a Norte, o Vale de Suse a Sul.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Parece que Monte Cenis provem de monte de cinzas, devido a um incêndio que teria devastado a montanha, e cujas cinzas foram encontradas durante a abertura do colo [1] .

SOIUSA[editar | editar código-fonte]

A Subdivisão Orográfica Internacional Unificada do Sistema Alpino (SOIUSA) criada em 2005, dividiu os Alpes em duas grandes partes:Alpes Ocidentais e Alpes Orientais, separados pela linha formada pelo Rio Reno - Passo de Spluga - Lago de Como - Lago de Lecco.

Os Alpes do Monte Viso a Sul, com os Alpes do Monte Ginevro, e os Alpes do Monte Cenis formam os Alpes Cócios.

Classificação SOIUSA[editar | editar código-fonte]

Segundo a SOIUSA este acidente orográfico chama-se Alpes do Monte Cenis e é uma Sub-secção alpina com a seguinte classificação:

Referências

  1. Gianni Bisio, articolo sul quotidiano la Stampa del 18/04/2001, p.51 cronaca di Torino

Ver também[editar | editar código-fonte]