Macroalga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde Janeiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Apanha do "Sargaço" na Apúlia, Esposende, usado na fertilização dos campos, sobretudo masseiras

Em biologia aquática (biologia marinha e limnologia), chamam-se macroalgas às algas multicelulares, com órgãos diferenciados, como as algas vermelhas e as algas castanhas e algumas clorofíceas, como as Ulvas. Elas constitutem a maior parte do que as pessoas chamam algas marinhas (muitas vezes, as pessoas chamam algas às ervas marinhas).

As macroalgas são a base da cadeia trófica ou cadeia alimentar do bentos, fornecendo ainda refúgio a muitos animais. No entanto há algumas espécies que pertencem ao plâncton, como os sargaços.

Algumas espécies de algas marinhas são utilizadas na alimentação, principalmente no extremo oriente e nas indústrias alimentar e farmacêutica.

Também são usadas pela agricultura tradicional na fertilização dos campos.

Uma atividade muita importante é a algicultura, gerando muita renda para quem trabalha nessas fazendas de cultivo.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Macroalga