Macula

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Marco Aurélio dos Santos, mais conhecido como Macula (Rio de Janeiro, 22 de maio de 1968), é um ex-futebolista brasileiro que atuou nas décadas de 80 e 90.

Negro, alto, esguio e desengonçado, tinha como principais características em campo a habilidade e a velocidade. Macula chamava a atenção em campo e sua personalidade era tida como muito simpática, pois frequentemente era visto sorridente. Começou como gandula no Bangu, convivendo com craques da época como Marinho, Arturzinho e Mário.

Jogou no Bangu, Fluminense, Palmeiras, Vitória, Sampaio Corrêa, Vasco da Gama e Cianorte. No Palmeiras, marcou um importante gol na Copa Libertadores da América de 1994, contra o Vélez Sarsfield.

Geminiano, carioca, Macula atualmente trabalha no mercado imobiliário. No entanto, ele demonstra vontade de voltar ao meio do futebol.

Apesar de ter feito quase toda a sua carreira no Bangu, o ex-jogador afirmou ao portal Pelé.Net que a melhor fase que já teve como jogador foi no Palmeiras, em 1994, porque se tratava de um grande time e conquistou o Campeonato Paulista daquele ano.

"O time era praticamente uma seleção, joguei ao lado de jogadores como Edmundo, Evair e Zinho. Era uma grande equipe. Sem dúvida foi o melhor time em que joguei e a melhor fase da minha carreira, meu maior sucesso como profissional", garantiu. No Vasco da Gama, passou despercebido como reserva, sendo muito pouco produtivo.