Made in Brazil (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Made in Brazil
Informação geral
Origem São Paulo, SP
País Brasil Flag of Brazil.svg
Gênero(s) Rock and roll, hard rock, blues-rock
Período em atividade 1968 - atualmente
Gravadora(s) Sony BMG
Página oficial Made in Brazil
Integrantes Oswaldo Vecchione
Celso Vecchione
Tony Babalu
Rick Vecchione
Fábio Brum
Octavio Bangla
Roberta Abreu
Tiago Mineiro
Ex-integrantes Debora Vecchione
Cornelius Lucifer

Made in Brazil é uma das bandas de rock mais antigas em atividade no Brasil. Formada em 1967 no bairro da Pompeia, na cidade de São Paulo pelos irmãos Oswaldo Vecchione e Celso Vecchione.

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro disco (LP) "Made in Brazil" de 1974 gravado pela RCA Victor, famoso disco conhecido como o "Disco da Banana" (pois trazia o desenho de uma banana na capa principal), cultuado até hoje como um dos melhores discos de rock da década de 1970, trazia um rock vigoroso e com vocais muito bem elaborados por Cornelius ("Cornélius Lucifer"). Esse disco conta ainda com o baterista Rolando Castello Junior que logo depois formaria a Patrulha do Espaço.

Em 1975 é lançado "Jack o Estripador", disco já com Percy Weiss nos vocais e Ezequiel Neves na produção, e muitas músicas que fizeram sucesso durante muito tempo, embalando a trilha sonora de muitos jovens na época como Jack o Estripador, Quando a Primavera Chegar, Batatinhas etc... "Minha Vida é o Rock'n Roll", outro disco do final dadécada de 70, já traz o próprio Oswaldo como vocalista principal além de baixista, função essa que exerce até hoje. Logo depois lançam um disco ao vivo com o nome de "Pirata".

O Made in Brazil tem uma particularidade que o colocou no "Guinness" o Livro dos Recordes: é a banda em atividade que teve o maior número de formações do mundo (são mais de 200).

Hoje, com a formação contando com Oswaldo (vocal e baixo), Celso (Guitarra), Tony Babalu (Guitarra) e Hommer (Bateria), eles ainda incendeiam as casas de shows onde se apresentam e lançam discos como "Massacre", lançado em 2005 e muito esperado pelos fãs. "Massacre" foi gravado originalmente em 1977, mas o disco todo foi censurado na época e acabou só vindo a público em 2005.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Formação atual[editar | editar código-fonte]

Oswaldo Vecchione (Vocal, baixo, guitarra, violão e gaita)

Celso “Kim” Vecchione (Guitarra, violão, baixo, teclado e back vocals)

Octavio Lopes Bangla (Sax) - desde 1979

Guilherme Ziggy (Guitarra) desde 2013

Tiago Mineiro (Teclados) desde 2009

Rick Vecchione - Bateria

Ivani "Janis" Venancio (Backing vocals & percussão) – desde 2012

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

Alex "AC" - (bateria) - desde 2013

Jean Carlo (Trombone) - desde 2007

Regivaldo Assaf “VERMELHO” (Trumpet) - desde 2007

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

A banda teve várias formações.

  • Debora Vecchione (Deborah Carvalho) (28 de agosto de 19627 de janeiro de 2009). Foi vocalista da banda. Participou do programa Troca de Família, da TV Record, em dezembro de 2008. No mês seguinte, suicidou-se (enforcou-se no ventilador de teto no quarto do casal)
  • Cornélius (1o. vocal oficial da banda, fez excelente traballho no disco que exibe uma banana na capa)
  • Percy Weiss (Excepecional vocalista, entrou no lugar de Cornélius, e teve muita dificuldade no início por conta das comparações, mas soube responder em palco)
  • Caio Flávio (antigo vocalista, gravou o álbum Paulicéia Desvairada)
  • Tony Babalu (guitarrista com, fortes influências de Blues)
  • Kim Khel (Guitarrista, vocal e compositor)
  • Nelson Pavão (Antigo batera, com várias passagens pela banda)
  • Franklin Paolilo (baterista no começo dos anos 1970) que deixou a banda em 1973 para integrar a banda de apoio do cantor Eduardo Araujo. Logo a seguir integrou a banda Rita Lee &Tutti-Frutti gravando antológicos hits do rock nacional como; Ovelha Negra e Agora só falta você.
  • Rick Vecchione (Filho de Oswaldo)
  • Isaura (Papum) Moreira...Hoje Isaura La Cour, foi uma das dancarinas na turne do album "Deus Salva o Rock Alivia". Atualmente reside em New York. Foi organizadora e apresentadora de eventos ligados ao Rock no cenário de Sao Paulo, alem de ter sido jornalista responsável e correspondente de revistas especializadas no assunto.
  • Márcia Munhoz ( dançarina da turn: E "Deus salva o rock alivia"
  • Wesley "Lély" Caesar (guitarrista de 1973 a meados de 1974 com retorno em final de 1975) - www.ouniversodaguitarrarock.com - no facebook: Wesley Lely Caesar

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio e ao vivo[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]