Madeiros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Transportando o Madeiro. Proença-a-Velha 2008

Os madeiros, lenhos, cepos , galheiros, fogueiras do natal ou fogueiras do Galo, são grandes fogueiras que se acendem no centro da aldeia, na praça principal ou no adro da igreja na véspera de Natal. A tradição começa com a recolha dos madeiros , que é feita pelos rapazes da terra, durante a noite em alguma regiões. Na noite de Natal depois da missa as gentes da aldeia reúnem-se à volta da fogueira para dançar e cantar. Em muitas aldeias, estas fogueiras eram mantidas acesas ininterruptamente até ao Dia de Reis. A tradição do madeiro tem origem nos cultos pagãos, na celebração do solstício de Inverno, em que se acendiam enormes fogueiras ao ar livre. Era tradição, em algumas regiões, que a lenha, os carros para transportar, e as respectivas juntas fossem roubados.A celebração faz parte da tradição dos Roubos rituais , das fogueiras dos Santos populares e das fogueiras da Páscoa

Referências[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Marcin Górski, João Mugeiro, João Adolfo Geraldes. Madeiro, Rituais da Fogueira de Natal Retratos de uma Tradição Milenar. Proença-a-Velha 2005

Ícone de esboço Este artigo sobre Portugal é um esboço relacionado ao Projeto Portugal. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.